Topo

Carros

Carro usado: saiba valorizar seu automóvel ao vender

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo (SP)

20/11/2018 10h00

Para conseguir o melhor preço ao vender seu automóvel seminovo ou usado, seja para dar de entrada na troca por outro mais novo, seja para levantar um dinheiro, é preciso que ele seja atraente aos compradores.

Um veículo bem cuidado, sem reparos estéticos e mecânicos pendentes, venderá mais rápido e por mais dinheiro.

Se durante seu convívio com o carro ele sempre foi bem cuidado, seguindo o plano de manutenção mecânica nos prazos recomendados pelo fabricante, não haverá muitas pendências para resolver. A parte estética, no entanto, também conta muito na hora de negociar preço. 

A dica primordial para se dar bem ao vender seu carro usado é deixá-lo atraente para o comprador e resolver pendências antigas. Mas com a ajuda de Flávio Figueiredo, consultor de automóveis seminovos, destacamos outros pontos para tornar seu seminovo ou usado um modelo bom de loja:

Siga o UOL Carros no

Veja mais

Vai comprar carro usado? Faça o test-drive!

+ Veja 5 cuidados antes de comprar usado pela internet

+ Saiba o que olhar antes de comprar carro usado

+ Saiba valorizar seu usado ao vender

Valorize seu carro

  • Mantenha originalidade

    Segundo Flávio Figueiredo, quanto mais original o automóvel for, maior valorização terá na hora da venda. Manter tapetes, bancos e revestimentos como eram quando o veículo era zero-quilômetro de fato ajuda a vender mais rápido. No entanto, a instalação de alguns acessórios bastante desejados também acaba ajudando a fechar um bom negócio. " Caso já tenha instalado bancos de couro, colocado central multimídia ou qualquer tipo de acessório, mantenha no carro. Isso vai valorizá-lo na hora da venda", ensina o especialista.

  • Deixe o carro conservado

    Mantenha o carro limpo e proteja o veículo do sol e da chuva, estacionando em vaga coberta. Isso preserva o brilho da pintura e evita amassados e arranhões na carroceria, comuns ao estacionar em vias públicas. Também mantenha em dia a aparência e a conservação da cabine. "Se for necessário, faça pequenos reparos de funilaria e pintura, além de preservar em boas condições comandos elétricos, bem como ar-condicionado e direção hidráulica. Mantenha seu carro limpo e cheiroso", recomenda Figueiredo.

  • Revisão sempre em dia

    Como citamos na abertura do texto, seguir rigorosamente o plano de revisões obrigatórias, no caso de modelos seminovos, ajuda a conservar o carro e traz valorização na hora da venda - além de preservar a garantia de fábrica, que, se estiver ainda valendo, é outro ponto a seu favor na hora de negociar preço. No caso de usados mais rodados, que não são mais cobertos por garantia, seguir com a manutenção mecânica em prazos regulares é ainda mais importante. "Mantenha em dia a troca de óleo e de filtros. Faça também uma boa manutenção no câmbio do carro, mantenha os pneus também em dia. Não deixe os pneus desgastados, pois isso também vai desvalorizar o automóvel na hora da venda".

  • Coloque lâmpadas e paletas novos

    Cuidar do carro não é algo restrito a mecânicos especializados ou oficina de concessionária. Alguns itens de desgaste natural podem e devem ser substituídos ao longo do tempo e podem fazer a diferença no momento da venda -- se esses itens estiverem com problema, invista na troca na hora de vender o seu usado ou seminovo. "Equipamentos básicos como palhetas e lâmpadas normalmente têm custo baixo e você mesmo pode fazer a substituição", diz o especialista, sendo algo que certamente vai contar muito ao fechar o negócio.

Fonte: Flávio Figueiredo, consultor de compra e venda de seminovos

Mais Carros