Topo

Salão de São Paulo

Novo Chevrolet Onix terá internet 4G; tecnologia será revelada no Salão

Marcelo Ferraz/UOL
Chevrolet Onix: próxima geração, flagrada em testes no Brasil com camuflagem intermediária, vai oferecer internet a bordo Imagem: Marcelo Ferraz/UOL

Fernando Calmon, Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/11/2018 12h58

Com ares de carro premium, modelo chega no fim de 2019 para conviver com atual Onix Joy e encarar Polo e Yaris

Não serão o visual e a motorização 3-cilindros aspirada ou turbo as únicas novidades dos próximos Chevrolet Onix e Prisma brasileiros, a serem lançados por aqui no final de 2019. A General Motors prepara para sua vindoura família de compactos outra estreia bombástica: a oferta de internet 4G a bordo.

UOL Carros apurou que a fabricante fará o anúncio da tecnologia durante o Salão de São Paulo 2018, mas não dirá exatamente quando nem com qual modelo ela chegará. Nossa reportagem pode afirmar, porém, que tanto a segunda geração do hatch quanto a terceira do sedã, assim como outros modelos derivados da plataforma modular GEM -- desenvolvida em parceria com a chinesa SAIC -- contarão com o item.

Veja mais

+ Assim será o novo Prisma; veja
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Mas o que isso significa? Estamos falando de um conceito chamado C-V2X -- "C" para celular, "V" para veículo e "X" signficando "tudo à volta" --, que promove comunicação direta do carro com o ambiente sem depender de conexão via “nuvem”.

Na prática, o carro permitirá a implantação de um chip 4G à central multimídia, promovendo assim o acesso à internet sem depender de pareamento com o celular do dono. A GM classifica este como o "quarto nível" de conectividade a bordo de um automóvel, sucedendo, respectivamente, o Bluetooth, a projeção de smartphones e o sistema OnStar.

Através do tráfego de dados, o usuário poderá fazer pagamentos online, antecipar pedidos em restaurantes, fazer atualizações periódicas do sistema operacional da central e até detectar possíveis falhas no veículo remotamente. Num futuro mais distante espera-se também por uma possível interação do automóvel com a estrutura de tráfego da cidade.

O Brasil será um dos primeiros países a aderir à tecnologia, disponível hoje apenas nos Estados Unidos. A ideia, ainda, é promover uma evolução natural do sistema para o 5G, plataforma superveloz de transferência de dados -- entre 10 e 20 vezes mais rápida que o 4G -- e que será elemento fundamental para a consolidação dos modelos autônomos de produção.

Auto Home
Nova geração do Chevrolet Prisma sem nenhum disfarce em derivação chinesa Imagem: Auto Home

O que mais terá o novo Onix

Já flagrado em testes no Brasil, o novo Onix ficará maior e mais largo do que o modelo atual, sendo posicionado como compacto premium para brigar com Volkswagen Polo e Toyota Yaris. Por isso, o modelo vai conviver com a atual linha Onix e Prisma Joy. Entre-eixos, por exemplo, será de 2,60 metros -- pelo menos na derivação de três volumes --, 7 cm a mais do que a geração corrente oferece.

Sob seu cofre estará uma família inteiramente nova de motores, chamada internamente de CSS Prime: 1.0 aspirada, próxima a 90 cv e substituta da atual 1.0 4-cilindros SPE/4; 1.0 turbo, com aproximadamente 120 cv e ocupando posição inédita na gama; 1.2 aspirada, perto de 105 cv e entrando no lugar do motor 1.4 4-cilindros SPE/4; 1.2 turbo, aproximando-se de 140 cv.

Visualmente a frente do modelo brasileiro deve ficar muito próxima à imagem sem camuflagem que revela todos os detalhes do sedã Prisma em registro de patentes na China.

Mais Salão de São Paulo