Topo

Testes e lançamentos

Cruze ganha novo visual nos EUA, ainda sem data para vir ao Brasil

Divulgação
Acostume-se com este design: ele estará nos próximos lançamentos da marca Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

07/04/2018 08h00

Modelo traz nova identidade visual da marca, com grade dianteira cheia de cromados

A Chevrolet aproveitou esta sexta-feira (6) para mostrar a nova cara do Cruze nos Estados Unidos. A reestilização, que abrange as versões hatch (conhecida no Brasil como Cruze Sport6) e sedã, antecipa o visual dos próximos lançamentos da marca -- e pode causar polêmica entre os fãs da marca.

As mudanças se concentram na dianteira, que ganhou uma grade frontal maior e com apliques cromados interligando as duas seções. O desenho do para-choque também mudou para acomodar a tomada de ar mais larga e as grandes (e falsas) entradas de ar abaixo dos faróis.

Veja mais

+ Avaliação: Bolt é o melhor carro da GM
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

A fabricante não liberou imagens da traseira do sedã, mas, a julgar pelas alterações sutis feitas no hatch (apenas as lanternas ganharam novas lentes e leds na versão Premier), não deve haver muitas novidades. Por dentro, o Cruze 2019 ganhou uma atualização da central multimídia MyLink com tela de sete polegadas e uma nova opção de revestimento.

A lista de equipamentos das versões vendidas nos Estados Unidos também mudou: as configurações LT e Premier saem de fábrica com ar-condicionado digital e partida remota; a configuração esportiva RS traz novas rodas de liga leve (de 17 ou 18 polegadas) e molduras das janelas e logotipos pintados na cor preta.

Divulgação
Linha Cruze é vendida nos EUA com duas motorizações Imagem: Divulgação

Além destes itens, o modelo pode vir com alerta de mudança de faixa, aviso de pontos cegos, alerta de tráfego traseiro, assistente de estacionamento, piloto automático adaptativo, alerta de colisão frontal, detector de pedestres com frenagem de emergência e auxílio para permanência na faixa.

Duas motorizações são oferecidas: 1.4 turbo (a mesma oferecida no Brasil, mas movida apenas a gasolina) de 155 cv e 1.6 turbodiesel de 139 cv. A Chevrolet ainda não divulgou os preços para os Estados Unidos.

Procurada por UOL Carros, a assessoria da GM do Brasil afirmou que ainda não há previsão de chegada do novo modelo, ressaltando que a linha 2018 do Cruze acaba de ser lançada no país.

Malibu também muda

Outros dois modelos foram revelados juntamente com o Cruze: o compacto Spark e o sedã Malibu. Este último, aliás, chegou a ser vendido no mercado brasileiro em sua sétima geração entre 2010 e 2013.

Assim como em seu país natal, o Malibu encarou a concorrência de Ford Fusion, Honda Accord e VW Passat no Brasil. Algumas unidades da geração seguinte até foram trazidas para cá em 2013, mas acabaram sendo repassadas a concessionárias e executivos da marca.

Divulgação
Malibu teve vida curta no Brasil Imagem: Divulgação

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Testes e lançamentos