Topo

Seu Automóvel

Chevrolet Onix se reforça, refaz teste de segurança e tira nota mais digna

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/01/2018 10h27Atualizada em 23/01/2018 13h58

Com novos itens de segurança, carro mais vendido do Brasil sai de zero e volta a ter três estrelas no Latin NCAP

Mais um teste do Chevrolet Onix no Latin NCAP? Pois é, mais um -- o terceiro. Desta vez, a sequência de provas de colisão foi realizada a pedido da General Motors do Brasil, que fez mudanças na linha do compacto (além do próprio Onix, isso inclui também o sedã Prisma) para aumento da segurança, sobretudo em impactos laterais, item que havia derrubado a nota do Onix para zero na avaliação de maio do ano passado. Com isso, a nota do Onix no teste divulgado nesta terça-feira voltou ao patamar de maio de 2014.

Além do Onix, o Latin NCAP avaliou também o sedã recém-lançado Volkswagen Virtus, que tirou nota máxima de cinco estrelas (leia aqui).

Nestes novos testes de impacto frontal e lateral na entidade, desta vez patrocinados pela própria fabricante, o Onix teve como resultado três estrelas (de um total de cinco) em segurança tanto para adultos sentados nos bancos dianteiros, repetindo as três estrelas na proteção de crianças no banco traseiro do automóvel.

Ainda não é uma nota espetacular, mas a verdade é que o hatch voltou a ter a maior nota possível para veículos sem controle eletrônico de estabilidade -- a ausência do item, por si, gera "desconto" de duas estrelas no resultado final. Com isso, tenta deixar para trás a pecha de "carro frágil" em termos de estrutura.

Segundo o Latin NCAP, a melhora se deu porque o Onix "foi melhorado com reforços estruturais e elementos de absorção da energia nas portas contra impactos laterais, protegendo melhor os adultos". O compacto também passou a oferecer pontos de ancoragem Isofix para cadeirinhas infantis e um novo cinto de segurança para o motorista.

Veja mais:

+ Modelo dominou mercado de hatches em 2017; veja ranking
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

Que carro reforçado é esse?

Segundo o Latin NCAP, o Onix e também o sedã Prisma com carroceria reforçada começaram a ser produzidos pela GM em Gravataí no dia 15 de janeiro deste ano. Procurada, a assessoria da montadora não informou quando essas unidades devem chegar às lojas, nem se serão apresentadas já como linha 2019 do modelo.

"As melhorias do Onix são importante notícia para nosso mercado. É alentador ver como os fabricantes de automóveis levam em frente essas melhorias tão relevantes", afirmou Alejandro Furas, secretário geral do Latin  NCAP, a UOL Carros.

"Mais uma vez, o LatinNCAP demonstrou que os testes dos diferentes modelos, e a publicação de seus resultados, são ferramentas muito poderosas e eficientes para melhorar a segurança dos veículos no mercado latino-americano, mesmo antes, e em um nível mais alto, que qualquer exigência a respeito por parte do governo regional", afirmou o secretário, citando o baixo padrão de segurança imposto pelo governo brasileiro, mas que ainda é usado como justificativa pela indústria local.

Seguro, mas com lacunas

Em maio de 2017, quando passou pelo teste com protocolo mais severo de avaliação do Latin NCAP, o Onix zerou a nota porque a coluna B de sua carroceria, localizada entre as portas laterais dianteira e traseira, apresentou "danos dramáticos", levando à compressão do tórax do boneco de testes, suficientes para causar lesões graves e até fatais no caso de pessoas reais em casos de colisão lateral.

Enquanto a proteção no impacto lateral a 50 km/h foi considerada "melhor" dessa vez, Furas, do Latin NCAP, destacou que o carro apresentou "condições limites de proteção para o peito" na colisão frontal a 64 km/h, oferecendo "o mínimo" para ficar com as três estrelas no novo teste.

Quanto à proteção para crianças, apesar da introdução do Isofix nos assentos laterais traseiros, o órgão de segurança viária avaliou como "marginal" a proteção para crianças de três anos e "boa" para passageiros de até um ano e meio.

O teste de impacto contra poste a 29 km/h não foi realizado pois, segundo o Latin NCAP, o "carro não tem proteção de cabeça no impacto lateral", o que automaticamente anula o teste e acarreta perda de duas estrelas (tal qual a ausência do controle de estabilidade). Sobre o ESP, aliás, nem Onix nem Prisma (para os quais o novo resultado também é válido) dispõem do item em nenhuma versão.

O que a GM diz

Procurada pela reportagem, a assessoria da GM do Brasil emitiu o seguinte comunicado:

"O Chevrolet Onix cumpre integralmente com todos os requisitos locais de segurança.

A GM compartilha o objetivo de melhorar a segurança rodoviária em todo o mundo e busca a melhoria contínua da segurança dos veículos à medida em que novas tecnologias se tornem disponíveis.

A GM informa que desde a publicação da nova norma da ABNT sobre impactos laterais, em agosto de 2013, trabalha na evolução estrutural do Onix. Os reforços estruturais recentemente implementados no veículo antecipam a entrada em vigor da norma. O resultado do teste realizado pela Latin NCAP, conferindo três estrelas ao modelo, reflete as melhorias incorporadas ao veículo.

Seguindo o programa de melhoria contínua do produto e de antecipação ao cumprimento de futuras normas de segurança, o Onix passou a ser equipado ainda com os sistemas Isofix e Top Tether para fixação de cadeirinhas infantis, a exemplo do que já acontecia com o alerta de não utilização do cinto de segurança e o sistema de monitoramento de pressão dos pneus. 

A GM coloca o cliente no centro de tudo e está sempre procurando formas melhores e mais inovadoras de atender às necessidades em constante evolução dos clientes e melhorar o desempenho em segurança. Neste sentido, lançamos recentemente o OnStar nos principais mercados da América do Sul.

OnStar oferece serviços de emergência exclusivos que ajudam a proporcionar uma resposta rápida e salvar vidas em acidentes. Onix é o único veículo em seu segmento a oferecer este tipo de tecnologia.

Combinando o sistema exclusivo OnStar, airbags duplos e freios ABS com distribuição eletrônica de força de frenagem, acreditamos que o Onix é um dos veículos mais seguros em seu segmento, o que é apenas uma das razões de ser o veículo mais vendido na América do Sul.”

 

Mais Seu Automóvel