Topo

Seu Automóvel

Onix, Gol, Ka e Mobi puxam alta de 9,3% nas vendas de hatches; veja ranking

Divulgação
Chevrolet Onix, que já era líder, cresceu 23% nos emplacamentos de 2017 e está "sobrando" perante a concorrência Imagem: Divulgação

Alessandro Reis<br>Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/01/2018 04h00

Não há escapatória: metade dos automóveis vendidos no Brasil pertence à categoria dos hatches compactos/subcompactos. Portanto, qualquer fabricante que queira se estabelecer como uma das mais importantes do país precisa ser forte nesse importante e concorrido filão.

Conforme anunciado nesta semana pela Fenabrave (associação de concessionários), em 2017 o segmento acompanhou a tendência geral de retomada de mercado, com alta de 9,28% ante 2016 -- salto de 824.807 para 901.387 emplacamentos.

Veja mais

Super-ranking geral: os 100 carros mais vendidos do Brasil
Chinesas estão entre marcas que mais cresceram; confira lista
Mercado brasileiro volta a crescer após quatro anos de queda
Brasil vai ter 13 novos itens obrigatórios de segurança em carros

Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Aqui vale abrir um parêntese: os números acima consideram a somatória de dois grupos da lista oficial da associação -- "veículos de entrada" e "hatches pequenos" --, mais o acréscimo de dois modelos classificados como "monocab" pela entidade, Honda Fit e Kia Picanto. Fecha parêntese.

Percentualmente o segmento apresentou ritmo de crescimento ligeiramente mais baixo que o do setor em geral (9,4%), o que significa que a participação deste enorme grupo sofreu ligeira queda: se em 2016 detinha fatia de 48,85% das vendas totais, no ano passado foi responsável por 48,57% delas. Nada que abale sua relevância.

UOL Carros mostra agora quais foram os 10 hatches compactos e subcompactos mais vendidos no Brasil em 2017, e ressalta como alguns modelos específicos (Chevrolet Onix, Ford Ka, Volkswagen Gol e Fiat Mobi) ajudaram a puxar o gráfico para cima. Confira:

Hatches mais vendidos de 2017

  • Chevrolet Onix -- 188.654 unidades (+23%)

    Não houve nota zero no teste de segurança do Latin NCAP capaz de impedir o Chevrolet Onix de consolidar sua liderança no mercado brasileiro pelo terceiro ano consecutivo. O hatch da General Motors apresentou crescimento bem acima da média do mercado em geral, emplacando mais de 35 mil unidades a mais do que em 2016 (153.371). Leia mais

  • Murilo Góes/UOL

    Hyundai HB20 -- 105.539 unidades (-13,2%)

    Está estranhando o fato de o "queridinho" da marca coreana ter sofrido queda nos emplacamentos em relação ao ano passado (quando alcançou 121.616 exemplares comercializados)? Há uma explicação simples para isso: a Hyundai represou a produção para atender à alta na demanda do Creta, já que não tem como expandir a capacidade produtiva da fábrica de Piracicaba (SP). Leia mais

  • Murilo Góes/UOL

    Ford Ka -- 94.893 unidade (+23,8%)

    A Ford acertou em cheio ao lançar a versão aventureira Trail, em março, e viu a atual geração se estabelecer como uma das três maiores forças no mercado, muitas vezes incomodando o vice-líder. Para a fabricante a notícia não poderia vir em hora melhor, pois o Ka foi praticamente seu "ganha-pão" em 2017. Para o ano que vem o modelo será reestilizado e deve ganhar configuração com câmbio automático, virando um concorrente ainda mais perigoso. Leia mais

  • Volkswagen Gol -- 73.919 unidades (+28,8%)

    Veterano provou em 2017 que ainda tem lenha para queimar, justificando a recente decisão da Volkswagen de "não desistir" do modelo (uma nova configuração 1.6 com câmbio automática está prevista para 2018, e uma nova geração deve ser desenvolvida para 2020). Desta lista foi o carro que apresentou o segundo maior percentual de crescimento. Leia mais

  • Renault Sandero -- 67.344 unidades (+6,5%)

    É outro que já tem algum tempo de estrada, mas ainda demonstra ter fôlego para encarar rivais mais jovens. Entretanto, seu percentual de alta ficou abaixo da média do segmento e do mercado, o que indica que já está na hora de mudar. As atualizações virão em 2018, com novo visual e acréscimo de equipamentos. Leia mais

  • Fiat Mobi -- 54.270 unidades (+88,9%)

    Tudo bem que o pequenino só foi lançado em abril de 2016, o que significa que o comparativo é de um ano cheio contra 2/3 de outro. Mesmo assim, é curioso ver que o subcompacto teve as vendas praticamente dobradas em 2017. A morte do Palio Fire ajuda a esclarecer o fenômeno. Leia mais

  • Divulgação

    Volkswagen Fox -- 42.716 unidades (-2,3%)

    Mais um "velho de guerra" em nossa lista, só que já apresentando sinais de cansaço. O hatch altinho usa a mesma base desde 2003 e começou a ficar para trás, especialmente após a chegada do novo Polo. Percebendo isso, a Volkswagen espertamente enxugou a lista de versões e deve mantê-lo como opção mais "aventureira" (embora, aleluia, agora sem estepe exposto) da gama de compactos em 2018. Leia mais

  • Toyota Etios -- 41.986 unidades (+10,6%)

    Mesmo sendo um projeto cheio de "poréns", o Etios aproveita a boa reputação reputação da Toyota para estar sempre entre os mais emplacados. Em 2017 cresceu surpreendentemente até um pouco acima da média geral, batendo com sobras os 37.974 emplacamentos de 2016. A ver como ficará seu posicionamento com a chegada do Yaris em meados deste ano. Leia mais

  • Murilo Góes/UOL

    Fiat Uno -- 34.165 unidades (-1,3%)

    Ainda consta entre os 10 hatches compactos mais vendidos do país, mas convenhamos: vem perdendo cada vez mais força. A tendência é que continue sendo ofuscado por Mobi e Argo até a chegada da terceira geração, que a Fiat já planeja para 2020. Leia mais

  • Volkswagen up! -- 34.161 unidades (-10,9%)

    A renovação de meia-vida apresentada em abril deste ano não empolgou como a Volkswagen esperava, e o "descolado" subcompacto fecha nosso ranking sem motivos para celebrar. Foram quase 11% de queda frente os 38.354 exemplares comercializados em 2016. A dificuldade e emplacá-lo no gosto do consumidor brasileira coloca cada vez mais dúvidas quanto ao futuro do up! no Brasil. Leia mais

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Seu Automóvel