Topo

Seu Automóvel

Depois da CNH, licenciamento de veículos brasileiros também será digital

Daniel Sobral/Futura Press
Licenciamento de veículos: documento eletrônico deve facilitar a vida de quem dirige... e de quem fiscaliza Imagem: Daniel Sobral/Futura Press

Do UOL, em São Paulo (SP)

13/12/2017 15h50

Resolução do Contran determina criação de versão eletrônica do CRLV até o fim de 2018 em todo o território nacional

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) anunciou, em resolução publicada nesta quarta-feira (13), que até o fim do ano que vem os motoristas de todas as regiões do país terão acesso a uma versão eletrônica do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo).

Denominado CRLVe, o documento eletrônico permitirá que o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) "promova o desenvolvimento de um modelo digital do CRLV". É uma medida bastante similar à da CNH digital, que estará disponível para todo o território brasileiro até fevereiro de 2018.

Veja mais

+ Carro brasileiro vai ganhar 13 novos itens de segurança
CNH brasileira será de plástico e virará "cartão de crédito" 

+ Brasil vai implantar inspeção veicular nacional até 2020
SP poderá fiscalizar velocidade média, mas não multar
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Na prática, significa que órgãos fiscalizadores poderão averiguar informações sobre o licenciamento sem que o condutor disponha do documento em papel no momento da abordagem. É provável que um aplicativo de celular seja desenvolvido para tal, assim como já acontece com a CNH digital.

A resolução determina ainda que os Detran (Departamentos de Trânsito dos Estados e Distrito Federal) têm 180 para atualizar a base de dados do Renavam (Registro Nacional de Veículo Automotores) com informações sobre débitos relativos a tributos, encargos e multas dos carros licenciados.

Segundo o Contran, "o CRLVe somente será expedido após a plena quitação dos débitos, bem como o pagamento do DPVAT (seguro obrigatório)". Contudo, o órgão não detalhou se o licenciamento eletrônico será lançado de uma vez em todo o país ou se, assim como a CNH digital, a aplicação será gradual de Estado para Estado.

Mais Seu Automóvel