Carros

Fiat recheia Uno, estica Palio e enxuga gama até 2018; veja flagras

Carine Ferreira/UOL
Uno estreia motor 3-cilindros da Fiat junto com nova frente inspirada na Toro Imagem: Carine Ferreira/UOL

Fernando Calmon
Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

13/07/2016 10h00Atualizada em 14/07/2016 18h57

Anote aí: o segundo semestre de 2016 marcará o início de uma profunda reestruturação da linha de produtos da Fiat no Brasil. A fabricante precisa adequar a gama à nova realidade de mercado: carros mais modernos, equipados... e que não roubem vendas uns dos outros.

Base e topo da lista já estão definidos: enquanto o hatchzinho Mobi exercerá a função de carro de entrada, a picape Toro será o modelo de maior valor (e conteúdo) da marca. Agora o objetivo é redefinir o "miolo": este será um longo trabalho e só deve terminar em 2018.

Com isso, a lista de produtos da Fiat em 2018 ficaria assim:

+ Mobi: feito em Betim (MG)
+ Uno 2017: Betim
+ X6H (Palio esticado): Betim
+ X6S (Siena esticado): Argentina
+ X6P (nova geração da Strada): Betim
+ Fiat 500 (nova geração): México 
+ Tipo hatch: Goiana (PE) ou importado
+ Tipo sedã:  Goiana (PE) ou importado
+ Toro: Goiana

UOL Carros detalha, agora, detalhes de cada uma das novidades, segundo flagrantes recebidos e informações apuradas:

Marlos Ney Vidal/Autossegredos
Palio "esticado" assume lugar do Punto como compacto premium da Fiat em 2017 Imagem: Marlos Ney Vidal/Autossegredos

Três de uma vez

Conforme apurado pelo colunista de UOL Carros, Fernando Calmon, a primeira medida será tirar de linha o monovolume Idea, o hatch médio Bravo e o sedã médio Linea.

Segundo o site especialista em segredos automotivos, Autos Segredos, a produção dos três foi encerrada em 17 de junho. Agora, é questão de estoque nas lojas. 

Juntos, os três emplacaram apenas 4,5 mil unidades no primeiro semestre, o que expõe o "cansaço" dos projetos.

Para Bravo e Linea, nossa aposta que os substitutos serão os Tipo hatch e sedã, já flagrados em testes no Brasil. O site português Automonitor garante que a família de médios será fabricada localmente, em Goiana (PE), mas a matriz ainda pode optar pela importação, pelo menos para uma das configurações.

Já o Idea morre sem deixar sucessor, devido à queda da procura por monovolumes. Há um ano, Carlos Eugênio Dutra, responsável pela linha de produtos da Fiat, falou a UOL Carros que testes foram feitos com Fiat 500X (SUV que divide plataforma com Renegade) e 500L (crossover, baseado no Punto), mas que o custo seguia inviabilizando a produção local. 

Uno com cara de Toro

Em agosto, chega o Uno estreando o motor 3-cilindros da família GSE, de duas válvulas por cilindro. A configuração 1.0, de cerca de 80 cv, já é certa. O site Autos Segredos fala também numa variante 1.3 ou 1.4 de quatro cilindros, que chegaria a 100 cv.

Motorização não será a única novidade, conforme mostra o flagra da leitora Carine Ferreira, numa avenida de Belo Horizonte (MG).

Apesar de ter sido reestilizado só há dois anos, o hatch altinho trará novo desenho da grade dianteira, matando os três "cubinhos" e colocando em seu lugar tomadas de ar com divisórias em camadas horizontais, levemente inspiradas na Toro.

Para se descolar do Mobi, o Uno vai popularizar tecnologias usadas apenas em versões mais caras, como sistema start-stop, câmbio automatizado com gerenciamento por botões e central multimídia UConnect. No topo, estreia o controle de estabilidade.

Palio, Siena e Strada esticados

No primeiro semestre de 2017, o Freemont (considerado desnecessário após a chegada do Jeep 551, o substituto do Compass) será aposentado. Nova geração do 500 também pode surgir, já que a produção será no México (que abastece todas as Américas) estará a todo vapor -- o problema será, como é atualmente, o câmbio, que faz a atratividade do carrinho cair.

Depois, começa outra reformulação profunda afetando Palio, Siena, Punto e Strada.

O projeto X6H tem sido flagrado a todo instante, ainda em forma inicial, com frente de Grand Siena e traseira de Palio -- conforme mostra a imagem gentilmente cedidas pelo jornalista segredeiro Marlos Ney Vidal, do Autos Segredos. Ainda sem nome real, vai ficar em posição intermediária aos atuais Palio e Punto (que sairá de linha em 2017).

Compacto premium, vai rivalizar com Ford Fiesta, Peugeot 208 e afins. Justamente por isso, contará com todas as tecnologias do Uno 2017 e mais a transmissão automática de seis velocidades de Renegade e Toro flex, iniciando a lenta modernização que vai matar o automatizado Dualogic. Produção será em Betim (MG). 

Para o fim do próximo ano ficará o X6S, derivação sedã que chegará para substituir o atual Siena/Grand Siena. Este será fabricado na Argentina e terá os mesmos padrões de equipamentos e acabamento do X6H. Por fim, para 2018, deve ficar a nova geração da picapinha Strada, usando a mesma plataforma do X6H.

Mande fotos por e-mail ou WhatsApp

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

UOL Carros também usa o WhatsApp como forma de receber suas imagens: basta adicionar o número +55 11 9-9955-8532. Segue válido a forma anterior, pelo e-mail uolcarros@uol.com.br.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo