Carros

Duster Oroch ou Toro? Dono de picapinha anda e define; assista

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

07/03/2016 08h00

Segundo Carlos Eugênio Dutra, atual diretor da marca Fiat dentro da Fiat-Chrysler da América Latina, a Toro não é uma picape voltada a "picapeiros". Da mesma forma, a Renault e seu marketing classificam a Duster Oroch como veículo com "versatilidade de picape e conforto de SUV".

Ambas querem que suas novas picapes compacto-médias tirem vendas de sedãs e SUVs (de outras marcas, preferencialmente). Nenhuma assume a briga direta com picapes estabelecidas, seja do segmento de pequenas (Strada, Saveiro e Montana)  ou médias (S10, Hilux, L200, Ranger, Frontier, Amarok...).

Daí a escadinha: a Oroch parte de R$ 64 mil (1.6 flex, cinco marchas manual, após a alta de 2016), praticamente acima das pequenas mais completas e caras. Já a Toro inicia sua gama em R$ 76.500 (1.8 flex, seis marchas automático) após o patamar do modelo da Renault e para onde as médias de cabine dupla começam. 

É impossível, porém, ignorar a dúvida de um dono das picapes atuais, que esteja insatisfeito e queira migrar de segmento.

Ai, caçamba! 

UOL Carros ouviu alguns donos e ex-donos de picapes e ouviu elogios (dinâmica, visual, espaço na cabine) e reclamações (falta de espaço na caçamba, dúvida sobre robustez, uso de pneus inadequados) similares partindo de donos de utilitários pequenos e médios.

Decidimos mostrar o depoimento do arquiteto Fábio Borges, de São Paulo (SP), dono de uma Chevrolet Montana 1.4 (motor de 99 cv com etanol, caçamba para 768 kg), que serve tanto para transportar equipamentos e materiais usados no escritório e nas obras, quanto para viajar com a mulher e carregar a prancha de surfe. 

Interessado em trocar de carro há algum tempo, nunca teve coragem de fazer o salto habitual, grande demais (de pequenas para médias) ou inadequado (para sedãs ou SUVs), tanto em estilo, quanto em preço a ser pago.

Agora a migração pode ser suave: Toro ou Oroch, qual seria a melhor escolha?

Selecionamos as versões topo de gama das novas picapes -- Oroch Dynamique 2.0 flex 4x2 (148 cv/20,9 kgfm com etanol, R$ 75.590) e Toro Volcano Turbodiesel 4x4 (170 cv/35,7 kgfm, R$ 125.710) -- porque a disparidade de valores sempre ocorrerá. 

Assim, o objetivo foi mostrar o que cada uma oferece de melhor. É este também o chamariz das marcas nas lojas. Se não couber no bolso, o consumidor opta pelo pacote mais adequado. Não sem antes sonhar um pouco.

Tem hatch, sedã, SUV, picape ou esportivo e quer deixar sua opinião sobre as picapes? Use o campo de comentários!

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo