Carros

Boletos falsos de IPVA e de multa são golpe ou boato? Fique atento

Robson Ventura/Folha Imagem
Secretaria de Fazenda de SP afirma que não emite boletos de IPVA, apenas avisos de vencimento; qualquer documento desse tipo, portanto, é falso Imagem: Robson Ventura/Folha Imagem

Eugênio Augusto Brito
Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

31/12/2015 13h16

Na véspera do Ano Novo, mensagens têm circulado pelas redes sociais e grupos de WhatsApp avisando sobre possíveis golpes com boletos falsos para pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) referente a 2016. Segundo a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, trata-se de boato. UOL Carros, porém, mostra os detalhes para que o proprietário de carros de passeio fique tranquilo durante e após a festa da virada.

Diz a mensagem que circula na internet: "Cuidado com o IPVA se vier antes de janeiro, com data de emissão de janeiro. Não pague! Consulte o site do Detran [Departamento de Trânsito], pois invadiram o sistema e, se você pagar. o valor irá para a conta dos bandidos. A notícia, inclusive, apareceu no jornal e realmente as contas estão chegando antes. Para garantir, 'puxe' a conta no site do Detran e pague pelo boleto da internet".

Reprodução
Alerta em grupos de WhatsApp está cheio de informações incorretas, mas ainda assim é válido: golpe do IPVA existe há anos Imagem: Reprodução
Como quase todo boato de redes sociais, este contém algumas informações falsas e/ou incoerentes: primeiro, a cobrança do IPVA não é de responsabilidade do Detran, mas sim das Secretarias de Fazenda de cada Estado. No caso de São Paulo, a secretaria estadual informou a UOL Carros, via e-mail e telefone, que não houve nenhum tipo de invasão do sistema, mas que não envia boletos para pagamento do IPVA. Ou seja: qualquer cobrança assim é falsa.

O que o órgão faz, segundo a assessoria, é "emitir um aviso de que a data de vencimento está próxima (de acordo com o final de placa), e informar quais as opções e prazos para quitar à vista (com desconto de 3%) ou parcelar. Informados, os proprietários precisam consultar a rede bancária para saber do valor correto e efetuar o pagamento".

Caso receba algum boleto físico ou mensagem eletrônica sobre débitos com IPVA, consulte diretamente no site da Secretaria Estadual de Fazenda a situação de seu carro, a partir do número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) e da placa.

E o Detran?

A única responsabilidade do Detran é em relação à emissão de multas de trânsito. A UOL Carros, porém, a assessoria do departamento disse que o órgão "faz alertas sobre golpes envolvendo multas falsas", um perigo que realmente existiu e existe -- diferente, ao que parece, do caso do boleto falso de IPVA. Para esta situação, no entanto, a recomendação é a mesma: certificar a existência da infração no site do próprio Detran. Lá é possível verificar qualquer débito ou restrição do automóvel, também via códigos de registro e placa.

Os Detrans (que também são órgãos estaduais) também costumam permitir a consulta online sobre quantos pontos estão acumulados em sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) por conta de infrações.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo