Carros

Mercedes-Benz importa GLA já com preço do futuro carro nacional: R$ 132.900

Leonardo Felix/UOL
Mercedes-Benz apresenta GLA em galpão, em Iracemápolis (SP): visão do futuro Imagem: Leonardo Felix/UOL

Leonardo Felix

Colaboração para o UOL, em Iracemápolis (SP)

15/09/2014 21h30Atualizada em 16/09/2014 14h48

A Mercedes-Benz começa a aquecer os motores de sua operação nacional com a apresentação, nesta segunda-feira (15), do GLA, SUV pequeno derivado da plataforma do Classe A. O evento está ocorrendo em Iracemápolis (SP), local onde está sendo construída a mais nova fábrica da marca no país. É tudo, portanto, muito simbólico.

Do interior paulista, em 2016, sairão as unidades nacionalizadas do sedã Classe C e também do próprio GLA. A marca alemã promete apostar alto no "jipinho", por ser tratar de uma carroceria que caiu no gosto do brasileiro desde a chegada do pioneiro Ford EcoSport. Ainda que o patamar aqui seja outro -- cada GLA vai custar mais que o dobro de um Eco (que começa em R$ 62.990) --, a pertinência para a marca é semelhante; quando a fábrica estiver pronta, serão entregues 10 mil unidades do modelo ao ano.

Até lá, porém, serão vendidas cinco versões por importação, três delas mostradas esta noite (e que serão justamente as fabricadas no Brasil), além de uma a ser revelada no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro, e outra que só desembarca em 2015.

Simbólico também é o preço do GLA importado, que será exatamente o mesmo do modelo a ser fabricado aqui no país:

- GLA 200 Advance: R$ 132.900
- GLA 200 Vision: R$ 149.900
- GLA 200 Vision Black Edition: R$ 152.900

As três versões chegam às lojas em outubro, usando o mesmo trem-de-força de Classe A, Classe B, CLA e versões de entrada do Classe C: um quatro-cilindros 1.6 a gasolina, sobrealimentado por turbo e equipado com injeção direta de combustível, capaz de gerar 156 cv  a 5.300 rpm, com 25,5 kgfm de torque de 1.250 e 4 mil giros.

Não espere um porte abrutalhado, porém. O GLA mais parece um hatch que tomou fermento, lembrando bastante o BMW X1, seu principal rival, aliás. Chega mesmo a ser apertado para um SUV: são 4,42 m de comprimento, 2,69 m de entre-eixos, 1,49 m de altura e 1,80 m de largura.

OS PLANOS
Neste ano, serão apenas 1.000 unidades importadas da Europa, até porque o volume permitido pela cota da marca já deve estar no fim e a Mercedes prefere entregar mais Classe C e Classe A.

Com a nacionalização, no segundo semestre de 2016, o teto se eleva a 10 mil unidades ao ano, como adiantado. O volume é semelhante, talvez ligeiramente menor, ao projetado para o Classe C nacional. A Mercedes ainda estuda se haverá interesse do consumidor pela produção de um CLA nacional.

Prepare-se para o balde de água fria, porém: o GLA nacional "manterá os preços do importado", avisam os executivos da marca. O mesmo pode ser dito sobre o Classe C.

De fato, os valores so GLA se alinham aos do rival X1, que vai de R$ 134.950 (sDrive 20i com motor 2.0 turboflex de 184 cv) a R$ 154.950 (com teto solar e outros opcionais). O BMW também será fabricado no Brasil em breve e, assim como o Mercedes, deve manter os preços.

Mercedes-Benz GLA: 5 estrelas
1 | 2

SALÃO FURIOSO
A marca vai guardar um pouco de sua munição para o evento automotivo, em outubro, quando apresentará a versão esportiva GLA 45 AMG. Com rodas maiores, spoilers e adereços, entregará ainda o poderio do motor 2.0 de quatro cilindros de fábrica mais potente do planeta: também com turbo, gera 360 cv e 45,9 kgfm de torque, além de tração integral 4Matic.

Já em 2015, será a vez do GLA 250 Sport, intermediária entre os pacotes básicos e o da AMG. O visual é arrojado, mas o motor 2.0 entrega um pouco menor de porrada: são 211 cv. 

Além do GLA furioso, o estande Mercedes contará com outro esportivo nato, como UOL Carros adiantou: o recém-apresentado AMG GT, cupê que substitui o aclamado SLS AMG e que terá a função de rivalizar com Porsche 911 e similares.

Viagem a convite da Mercedes-Benz do Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo