Topo

Testes e lançamentos


Volkswagen lançou 10 dos 20 carros prometidos até 2020; veja o que falta

Divulgação
Esboço do Volkswagen T-Cross: SUV é o principal dos 10 lançamentos que ainda faltam para completar o cronograma Imagem: Divulgação

Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

27/07/2018 12h39

Lembra daquele plano de 20 lançamentos até 2020 que a Volkswagen anunciou no final do ano passado, sob investimento de R$ 7 bilhões? Com a chegada das inéditas configurações 1.6 16V automáticas de Gol e Voyage, na última quinta-feira (27), a fabricante alcançou metade do caminho.

Segundo Pablo di Si, presidente da marca na América Latina, a empreitada fará a montadora ampliar de 70% para 92% o alcance de atuação nos diferentes segmentos do mercado brasileiro. Mas, afinal, quais foram os 10 modelos já lançados? O que vem por aí a partir de agora? UOL Carros repassa tudo para você.

Veja mais

+ No Brasil há 65 anos, VW tem fãs que fazem até tatuagem
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Carros já lançados

  • Novo Polo

    A sexta geração do Polo, segunda a ser vendida no Brasil, chegou no último trimestre do ano passado para chacoalhar com o mercado. Não apenas por impor novos parâmetros tecnológicos ao segmento de hatches compactos premium, mas também por trazer ao país a tão aguardada plataforma MQB A0, que está dando origem a uma família com cinco veículos. Fabricado em São Bernardo do Campo (SP). Leia mais

  • Virtus

    Três-volumes derivado do Polo -- tanto que é idêntico ao irmão da ponta até a coluna B --, aportou para posicionar a Volkswagen numa categoria em que a montadora não atuava ainda, a de sedãs compactos-médios. Fabricado em São Bernardo do Campo (SP). Leia mais

  • Divulgação

    Amarok V6

    A picape média já havia passado por uma discreta reestilização há um ano e meio, mas foi no primeiro trimestre de 2018 que a marca decidiu colocar no mercado uma impressionante configuração V6 turbodiesel de 225 cv e 56,1 kgfm. Importado da Argentina. Leia mais

  • Alessandro Reis/UOL

    Tiguan Allspace

    Com certo atraso, segunda geração do SUV Tiguan começou a ganhar as ruas brasileiras em abril apenas na configuração Allspace, com 2,79 metros de entre-eixos e opções de cinco ou sete lugares. Na Europa até há uma vertente menor, com 2,68 m, só que esta ficará distante da América do Sul para dar lugar a outro projeto, que detalharemos mais adiante. Importado do México. Leia mais

  • Murilo Góes/UOL

    Novo Golf

    Bastante discreto, o facelift de meia-vida do Golf 7 atrasou alguns meses e vmudou mais no arranjo de versões oferecidas do que propriamente no visual. São apenas três, utilizando propulsores 1.0 (128 cv), 1.4 (150 cv) e 2.0 (230 cv), todos turbo com injeção direta (os dois primeiros são flex). Produzido em São José dos Pinhais (PR). Leia mais

  • Vitor Matsubara/UOL

    Nova Golf Variant

    Perua derivada do hatch foi retocada junto com o irmão, em junho, sendo comercializada apenas em duas versões de acabamento -- equipadas sempre com o motor 1.4 turboflex de 150 cv. Importada do México. Leia mais

  • Murilo Góes/UOL

    Polo MSI AT

    Ok, parece exagero considerar uma mera configuração como um "lançamento", mas a Volkswagen justifica que o Polo 1.6 MSI automático tem importância por colocar a montadora em um nicho cada vez mais em destaque: o de veículos voltados a clientes PCD. Produzido em São Bernardo do Campo (SP). Leia mais

  • Divulgação

    Virtus MSI AT

    O Virtus também passou a contar com a opção de câmbio automático de seis marchas na versão 1.6 MSI, esta também dedicada a pessoas com deficiência. Produzido em São Bernardo do Campo (SP). Leia mais

  • Divulgação

    Gol 1.6 AT

    A ofensiva da Volkswagen ao mercado PCD continuou com o lançamento do compacto de entrada Gol dotado da mesma caixa AT6 com conversor de torque de Polo e Virtus. Motor também muda, inclusive em relação ao Gol 1.6 manual (8V flex de 104 cv com etanol). Será o MSI 16V de 110/120 cv. O ganho de três cavalos se deu porque o sistema de escapamento é menor que o do Polo. Produzido em Taubaté (SP). Leia mais

  • Divulgação

    Voyage 1.6 AT

    O sedãzinho Voyage acompanhou o irmão ao também adotar versão de topo com propulsor 1.6 16V flexível de 120 cv (etanol) e transmissão automática de seis velocidades. Produzido em Taubaté (SP). Leia mais

O que vem por aí

  • Murilo Góes/UOL

    Novo Jetta

    Sétima geração do sedã médio enfim adota a matriz modular MQB e estará no Brasil até o último trimestre deste ano, talvez até antes do Salão de São Paulo (que ocorre em novembro). Importado do México. Leia mais

  • Divulgação

    T-Cross

    Volkswagen enfim ingressará no crescente e concorrido segmento de SUVs compactos, e quer entrar com o "pé na porta" diante dos rivais. T-Cross terá como armas o mesmo entre-eixos do Virtus, 2,65 metros, motorização turboflex (1.0 e 1.4) em todas as versões e um porta-malas nem tão generoso (345 a 390 litros). Leia mais

  • Divulgação

    Polo GTS

    Volkswagen prepara uma inédita configuração esportiva para o Polo 6, a ser batizada de GTS. Visual será inspirado no Polo GTI europeu, incluindo o mesmo desenho interno de faróis, só que com motor 1.4 turboflex de 150 cv no lugar do 2.0 a gasolina de 200 cv usado no Velho Continente. Produzido em São Bernardo do Campo (SP). Leia mais

  • Murilo Góes/UOL

    Virtus GTS

    O sedã acompanhará o hatch na configuração apimentada, que deve contar ainda com câmbio automático e suspensões retrabalhadas. Produzido em São Bernardo do Campo (SP). Apresentação de ambos deve ocorrer no Salão de São Paulo, mas chegada às lojas tende a ficar para 2019. Leia mais

  • Divulgação

    Touareg

    "Suvão" chegará à tarceira geração construído sobre a matriz MLB -- derivação da MQB para motores longitudinais -- e com refinamento similar ao de carros da Audi. Importado da Eslováquia, será oferecido apenas sob encomenda a partir de 2019. Leia mais

  • Murilo Góes/UOL

    Picape MQB

    Ainda com nome misterioso, a já comentada "picape MQB" será maior que o T-Cross e posicionada entre Saveiro e Amarok, para brigar diretamente com a Fiat Toro. Produzida em São José dos Pinhais (PR) entre o fim de 2019 e o começo de 2020. Leia mais

  • Reprodução

    Tarek

    Eis o motivo de a Volkswagen ter trazido ao Brasil apenas o Tiguan Allspace: a partir de 2020 a fabricante começará a produzir na América do Sul o SUV compacto-médio de cinco lugares Tarek, criado na medida para encarar o Jeep Compass. Terá o mesmo entre-eixos do Jetta, 2,69 metros. Importado da Argentina. Leia mais

  • Shannon Stapleton/Reuters

    Atlas Cross Sport

    Apresentado como conceito no Salão de Detroit deste ano, o Atlas Cross Sport é um "SUV-cupê" grande derivado do Atlas, utilitário de grande porte produzido e vendido nos Estados Unidos. UOL Carros aposta que será ele o quinto SUV vendido pela marca no país. Importado de México ou Estados Unidos em 2020. Leia mais

  • Divulgação

    Crossover do Polo

    A Volkswagen já confirmou a produção nacional de um "CUV", ou simplesmente crossover, sobre a plataforma MQB A0 em 2020. UOL Carros entende que será um modelo munido do mesmo entre-eixos do Polo, 2,56 metros, porém com caráter "anabolizado". Quem dá uma boa pista do que vem por aí é o crossover espanhol Seat Arona. Virá para substituir o Fox. Produção em São Bernardo do Campo (SP). Leia mais

  • Divulgação

    Substituto do Gol

    Este ficará para o final de 2020 ou até para 2021. Trata-se da nova geração (ou substituto, caso haja mudança de nome) do Gol. Pouco se sabe sobre o projeto, conhecido apenas como "A00", mas UOL Carros pode afirmar que ele não terá matriz modular e deve preencher, de uma só vez, espaço ocupado por Gol e up! no mercado. Dele serão derivados também as novas gerações de Voyage e Saveiro. Produzido em Taubaté (SP). Leia mais

Mais Testes e lançamentos