Carros

SUV com cara de Mégane, Renault Koleos surge no Salão de SP

Reprodução
Novo Koleos surgiu em tom metálico escuro no Salão de Pequim, em abril Imagem: Reprodução

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/06/2016 08h00

Nem Duster, nem Captur (ou Kaptur). O carro-chefe da Renault no próximo Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro, será o SUV médio-grande Koleos.

Segundos fontes ligadas à marca e ouvidas por UOL Carros, o utilitário familiar estreia no país com a segunda geração, que compartilha estrutura e equipamentos com o novo Nissan X-Trail (Rogue nos EUA), espécie de primo-irmão.

Divulgação
No detalhe, formas do Mégane (na versão GT, cupê) que orientam visual do Koleos Imagem: Divulgação
Também são montados sobre esta base os novos Mégane (agora apenas hatch/cupê) e Talisman (sedã) -- deles, o Koleos herda o visual com grade chamativa e cheia de cromados, conjunto óptico em forma de clipe de papel e lanternas horizontalizadas que dominam a traseira.

A primeira geração (atual) é vista no Brasil desde 2013, mas nunca passou pela nota de corte por ser antiquada e pequena.

Topo da gama de utilitários esportivos da marca francesa, o novo Koleos foi apresentado globalmente na China, durante o último Salão de Pequim. Ele promete, no Brasil, finalmente completar o quebra-cabeças do portfolio perfeito para a Renault.

Reprodução
UOL Carros está no WhatsApp; adicione o número +55 (11) 94477-1331; envie a mensagem: garagemV8; receba notícias pelo aplicativo Imagem: Reprodução
Com 4,67 m de comprimento e 21 cm de altura do solo, o Koleos é cerca de 34 cm mais longo que o Duster. Além disso, é 22 cm mais comprido que o Kadjar (o modelo mais próximo da proposta do Captur abrasileirado), facilitando a vida da marca. Com ele, a equação para ter um SUV grande e bem equipado, com preço realista, finalmente pode fechar.

Ainda não há há, claro, informações sobre este valor, já que tudo está apenas no princípio de desenvolvimento.

De novo, podemos apostar: rivais por estilo e tecnologia são Audi Q5, Volkswagen Touareg, Kia Sorento, Hyundai SantaFe, Ford Edge e mesmo Chevrolet Trailblazer e Toyota SW4 (estes sobre chassis).

Recheio francês

Na Europa, a nova gama Koleos estreia no final do ano com configurações 4x2 e 4x4, modos eletrônicos 2WD, 4WD Auto e 4WD Lock e motorização 1.2 turbo de 130 cv (usado no Kadjar) ou o atual 2.5 de 175 cv (compartilhado com o X-Trail), nas opções a gasolina (deixamos as diesel de lado, por ora). Câmbio é manual de seis marchas, mas o foco brasileiro seria o automático CVT X-Tronic (relações continuamente variáveis com comando eletrônico), emulando seis marchas.

Inicialmente, o Koleos garante conforto para cinco pessoas, com 640 litros para bagagem. Até a chegada ao Brasil, pode haver opção com sete lugares.

Sistema de entretenimento e comunicação com tela de até 8,7 polegadas, sistema de som premium Bose, reconhecimento por voz e gestos, além de freios automáticos e sensores de faixa e ponto cego estão previstos no exterior.

Divulgação
Lanternas do Koleos seguem padrão do novo Mégane: sim, são polêmicas Imagem: Divulgação

Modular

Ao bater o martelo favoravelmente ao Koleos, a Renault garante o mínimo do DNA francês em sua gama brasileira, ao mesmo tempo em que reforça a posição de ter modelos realmente novos, globais... e modulares, a exemplo da Volkswagen e Ford.

Tudo começa com a CMF-A (família modular de componentes, versão compacta) e o pequenino Kwid, mas com baixa expectativa: terá de vender bastante, mas foi desenvolvido na Índia e dançou em teste inicial de segurança.

Só a partir da CMF-CD (versão para médios e grandes), pode-se esperar algo realmente inovador em termos de visual, equipamentos e segurança -- com nível similar ao oferecido à Europa.

Além delas, a Renault também trará a picape média, a Alaskan, construída sobre base compartilhada com Nissan (nova Frontier) e Mercedes-Benz.

Divulgação
Interior refinado e bem tecnológico são promessas do novo SUV Imagem: Divulgação

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo