Carros

Nova casa do Salão de SP é maior e tem ar-condicionado; assista

Eugênio Augusto Brito
Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/05/2016 08h00

Oito pavilhões no andar principal; área para salas de reunião e ambientes VIP no segundo andar; edifício-garagem com 4.500 vagas cobertas; baia para embarque/desembarque dos serviços de táxi, Uber e vans; sistema de climatização (que funciona) para todo o complexo.

Essas são as credenciais para que o Salão do Automóvel de São Paulo 2016, que será realizado de 10 a 20 de novembro, seja uma edição muito melhor do que as últimas -- visitantes ainda devem se lembrar da onda de calor que transformou o Anhembi em um grande forno, em 2012. Tudo por conta do novo espaço para o evento.

E que espaço é esse? Falamos do São Paulo Expo, novo nome do antigo Centro de Exposições Imigrantes após reforma que mudou praticamente tudo e demandou investimento de R$ 410 milhões.

Divulgação
Maquete virtual da São Paulo Expo, nova casa do Salão de São Paulo Imagem: Divulgação

Restando 170 dias para a abertura ao público -- pouco menos de seis meses -- UOL Carros visitou o local na reabertura e inicia uma espécie de contagem regressiva para o evento -- o maior do gênero na América Latina.

Na visita, se destacou o acesso facilitado para quem vai de carro: além da garagem, duas alças de acesso (de chegada e saída) no começo da rodovia dos Imigrantes (sentido capital-litoral) já estão com o asfalto pronto e recebem obras de paisagismo.

Além disso, há a modificação de quatro vias de acesso e de melhorias para quem usará outras formas de acesso. 

Mas, sobretudo, salta aos olhos a imponência do novo complexo. São 90 mil m² (área 10% maior que o Anhembi) dominados pela construção principal, uma estrutura cujas janelas e colunas lembram obras atualizadas do arquiteto Lúcio Costa, responsável pelo plano-piloto de Brasília.

Apesar do excesso de branco da fachada, a organização promete bela iluminação (feita por LEDs) à noite.

Faltou conhecer a área da praça de alimentação com diversas opções; os banheiros da área interna dos pavilhões (o externo, na entrada do complexo, funciona bem, mas é pequeno), a área externa de com duas pistas de testes e local de gincana para consumidores e jornalistas (por ora, é apenas um bolsão de estacionamento extra, com o preço fixo de R$ 40); da integração fácil com sistema de transporte público e do uso de aplicativos de trânsito (como Waze e Google Maps).

Tudo promete ser terminado e testado até novembro, garantem os responsáveis. Mas a grande aposta é que se alcance o máximo do complexo na edição de 2018, que será "perfeita, sem filas e com todo tipo de facilidades para os visitantes", segundo representantes da Reed-Alcântara, organizadora do evento, e do grupo francês GL, dono do novo espaço do salão.

Adriano Vizoni/Folhapress
Fim do aperto e do calor no Anhembi? Segundo organizadores, São Paulo Expo tem oito pavilhões e ar-condicionado para todos Imagem: Adriano Vizoni/Folhapress

Maior

Com mais espaço, a Reed-Alcântara espera receber até 90 expositores (seis a mais que em 2014) para o Salão de novembro. Apesar disso, a expectativa é que o número de visitantes seja semelhante ao de anos anteriores: 750 mil.

Segundo Paulo Octavio Pereira de Almeida, vice-presidente executivo da Reed, o Salão de SP é mais curto do que feiras similares de Paris, Frankfurt, Detroit e Tóquio.

Além disso, o evento de 2016 servirá para conhecer e acertar o espaço. "A expecativa é grande para fazer um evento grandioso, agradável aos visitantes e e sem falhas em 2018".

O local fica a 1,9 quilômetro, a pé, da estação de metrô Jabaquara, da linha 1 (Azul), ainda que a organização indique uma distância menor. Basicamente, é a mesma distância do Anhembi em relação à estação Portuguesa-Tietê.

Mas haverá ônibus gratuitos da estação até o pavilhão, serviço que UOL Carros já testou -- a inauguração do novo São Paulo Expo foi feita com uma feira de educação e o local receberá mais eventos "de teste" para o Salão do Automóvel até novembro.

"O salão é nosso maior evento e o único a utilizar os oito pavilhões do complexo, mas tudo vai funcionar perfeitamente", salientou Almeida. 

Quase lá? Salão de Frankfurt é uma cidade

Quanto é

Ingressos já estão à venda há algum tempo no site da Tickets4Fun, bem como através do Facebook do evento.

"Aproveitamos a rede social para dar descontos aos fãs do salão, conhecer melhor o visitante e reduzir um pouco a demanda, o que permitirá reduzir a fila. Vamos ampliar este tipo de ação conforme nos aproximarmos da abertura do evento", apontou Almeida.

Oficialmente, os valores integrais, com direito a meia entrada para estudantes, são:

+ Dia de abertura: R$ 40
+ Dias de semana: R$ 70
+ Sábados, domingos e feriado prolongado de 14 e 15/11: R$ 95
+ Dia de encerramento: R$ 70

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo