Carros

UOL Carros passeia pelo interior "refinado" do Nissan Kicks; assista

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, no Rio (RJ)

02/05/2016 21h56

Se o visual era conhecido, a Nissan finalmente apresentou e deu detalhes concretos, nesta segunda-feira (2), sobre o SUV Kicks. O modelo surge como carro oficial das Olimpíadas, evento do qual a marca é patrocinadora, na madrugada de terça-feira (3), com a saída da Tocha Olímpica de Brasília (DF).

UOL Carros passeou pelo carro no vídeo principal e também em outras imagens feitas no Instagram de UOL Carros.

Murilo Góes/UOL
Jose Luis Valls, vice presidente sa Nissan para América Latina, confere interior "refinado" do Kicks Imagem: Murilo Góes/UOL
O primeiro contato da imprensa especializada foi com uma unidade estática da versão SL, a de topo. A estreia nas lojas está prevista para 5 de agosto, mesmo data da abertura dos Jogos. Antes, o carro vai "escoltar" a tocha em seu trajeto por mais de 300 cidades brasileiras.

"A ideia é ser medalha de ouro em tudo com o Kicks, então teremos um produto de alta qualidade primeiro para o Brasil, depois para a América Latina", afirmou François Dossa, presidente da Nissan para o Brasil.

Vale até usar a força de investidora do evento para fazer a Tocha ser exibida por 15 minutos em concessionárias estratégicas de grande mercados.

Com isso, espera já fazer pré-vendas do modelo, cujo preço não está definido, mas vai bater forte nos rivais Jeep Renegade e Honda HR-V, inclusive em valores (estima-se faixa inicial em torno de R$ 65 mil, com topo perto dos R$ 90 mil, seguindo HR-V).

 

Tática de ouro

Marketing não basta: UOL Carros teve acesso à informação de que o motor é um inédito 1.6 clex de 114 cavalos com etanol, acoplado a câmbio CVT (continuamente variável). No March e Versa, o 1.6 local gera 111 cv. Há ainda rumores de 2.0 em futuras versões mais caras.

"Esse motor será feito no Brasil futuramente", revelou Ronaldo Znidarsis, vice-presidente de vendas e marketing.

Assim como o próprio Kicks, o propulsor será fabricado em Resente (RJ) a partir de 2017. Tudo faz parte do plano de R$ 750 milhões em investimentos para adaptar a fábrica e alcançar 74% de índice de nacionalização.

Inicialmente, porém, tudo chega via importação do México. Somente no ano que vem, quando começa a produção local, o produto estará pronto para buscar a liderança do segmento, inclusive com planos de exportação a dez países da América Latina.

 

O melhor Nissan

Visual externo já havia sido divulgado e segue fiel ao moderno conceito revelado no Salão de São Paulo 2014, embora aprimorado e até mais harmônico.

Grade trapezoidal é ressaltada por bordas cromadas e divisórias ressaltadas em forma de colmeia. Os faróis, afilados, invadem a lateral, dando ar de malvado.

Para-choque agressivo, entrecortado e cheio de vincos. Capô elevado e caixas de roda dianteiras abauladas reforçam a sensação de robustez.

Mais músculos e lanternas sobressalentes, com "tentáculos" que agarram a linha de cintura e o porta-malas, compõem o também arrojado design traseiro.

Mas o principal, segundo os designers da Nissan, não é só  força do visual externo, mas a leveza da cabine. Semelhança com os atuais compactos fabricados pela Nissan no Brasil, March e Versa, é quase nula.

Da motorização ao visual, a preocupação é em elevar o padrão da marca, a fim de enfatizar a modernidade do projeto. Há telas digitais no painel de instrumentos e console central (esta para multimídia), além de sensores de estacionamento (que marcas japonesas se esquivam de usar) e sistema de câmeras de 360 graus (Around View Monitor), ao menos nas versões mais caras.

"É um modelo concebido para estabelecer um novo padrão para a Nissan no mercado", afirmou o americano Robert Bauer, chefe de design do estúdio latino-americano de estilo,

"Há preocupação com custos, mas também queremos impacto no mercado e vamos mostrar um carro mais qualificado que os rivais", completou.

Porte de HR-V

Por dentro, o Kicks SL também mostra acabamento muito superior ao dos irmãos de plataforma. Elementos suaves ao toque e com faixas contrastantes em couro de tom caramelo são as arrojadas apostas para deixar o SUV refinado internamente.

Embora ainda não haja dados oficiais sobre dimensões, espaço interno parece ser outro ponto forte do modelo, tanto para cabeça quanto para ombros e pernas no banco traseiro.

Porta-malas parece ter volume similar ao do HR-V, que oferece 431 litros. É um meio-termo entre o Renegade e o espaçoso Renault Duster. 

"É uma nova fase da Nissan no Brasil e vamos mudar a visão que o consumidor tem da marca", concluiu  Znidarsis, de vendas e marketing.

Estratégia pronta, resta saber se a Nissan manterá o jogo para, de fato, conquistar a medalha de ouro nas lojas.

Viagem a convite da Nissan do Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo