Carros

Atualizada em 03.03.2016 19h37

Toyota C-HR nasce em Genebra de olho no HR-V brasileiro; assista

André Deliberato

Do UOL, em Genebra (Suíça)

Mais um anti-Renegeade, anti-Eco... mas, desta vez, a rivalidade mesmo é com o HR-V, até na sigla que serve de nome: a Toyota apresenta no Salão de Genebra  2016 a versão real do C-HR, que era conceitual até o Salão de Tóquio em 2015.

Com porte e proposta condizentes com os rivais, o crossover surpreende pela propulsão híbrida: um motor 1.8 a gasolina, de 122 cv, se une a um elétrico, como no novo Prius. É o primeiro SUV compacto a oferecer esse tipo de solução.

Além do híbrido, a marca confirma duas opções: 4-cilindros 1.2 turbo a gasolina, de 115 cv, câmbio manual de seis marchas ou CVT (continuamente variável).

Há também o 2.0 aspirado (usado no Corolla americano), apenas com CVT e exclusivo para os mercados das Américas. Será que pinta um 2.0 flex no Brasil?

Falando nisso

Por meio de executivos, a Toyota diz que o carro é mundial (ele é produzido sobre a nova plataforma modular global da marca, a TNGA) e vai enfrentar HR-V e similares, mas desconversou sobre ida ao Brasil.

Assegura, porém, que estreia na Europa no final do ano e nos EUA em 2017.

Segundo a Toyota brasileira, por enquanto, não há planejamento para o carro. Com isso, novidades no país só surgem a partir de 2018 -- que, aliás, é a data esperada para o Prius (repetindo, mesma plataforma).

O conceito era assim

  •  

Como ele é?

O tamanho é praticamente o mesmo do HR-V, embora não tenha sido possível conferir o modelo de perto -- a marca não permitiu que os jornalistas pudessem observar o interior, tampouco. Impressiona o aspecto futurista.

Falando da traseira, temos a noção clara do novo estilo japonês, com traços que lembram demais o próprio Prius e o novo Honda Civic.

A frente, em um primeiro momento, se assemelha à de utilitários da Hyundai, mas também evoca um "Mini-RAV4".

Viagem a convite da Audi do Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo