Carros

Citroën lança nova geração da família C4 Picasso no 2º semestre

Divulgação
C4 Picasso foi apresentado pela marca no Salão de SP 2014: chega um ano depois Imagem: Divulgação

André Deliberato
Eugênio Augusto Brito
Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/08/2015 14h29

A Citroën acredita que há espaço para minivans e monovolumes no Brasil, um mercado em queda -- já são 20% em relação a 2014 --, mas que vai bem nas vendas de SUVs compactos. O sucesso de modelos como Honda HR-V e Jeep Renegade (segundo a Fenabrave, 22.002 e 10.239 unidades emplacadas no acumulado do ano, respectivamente) serve de prova.

Para a empresa, essa febre parte de clientes do próprio segmento (que antes tinha apenas Ford EcoSport, Renault Duster e outras poucas opções) e de hatches e sedãs médios. Ou seja, consumidores de minivans e monovolumes têm perfil diferente, e justamente por isso a Citroën acredita que vale investir nesse mercado.

Entre outubro e novembro a marca traz para o Brasil a nova geração das vans C4 Picasso e Grand C4 Picasso, lançadas em 2014 na Europa. Totalmente reformuladas e feitas sobre uma plataforma nova, global e modular, elas prometem ser mais uma opção para a família que busca conforto, espaço e versatilidade. Os preços devem ficar ligeiramente superiores àqueles que eram cobrados pela geração antiga, que saiu de linha há poucos meses: entre R$ 90 mil (C4) e R$ 100 mil (Grand C4). Saiba mais sobre cada uma nos álbuns desta reportagem.

2016, ano de versões

UOL Carros afirmou em 2013 que, entre 2014 e 2015, a Citroën viveria das conquistas do passado. Em 2016 isso deve se manter. Quem esperava pelo C4 Cactus, crossover com design chamativo apresentado pela marca no Salão de Genebra de 2013, vai ter de esperar mais um pouco.

Assim como ele, o DS6, último lançamento da linha DS que marcou presença no Salão de SP 2014, também é carta fora do baralho enquanto o dólar não estabilizar. Essa inconstância da moeda norte-americana deixa a marca com um pé atrás em relação à importação desses modelos. 

Por conta disso, a empresa deve dedicar 2016 à atualização visual e tecnologia de sua linha atual. Quem pode receber retoques no desenho é a dupla Aircross/C3 Picasso. Os outros modelos oferecidos atualmente pela montadora (C3, C4 Lounge e os DS 3, 4 e 5) devem ganhar edições especiais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo