Carros

Atrasado, Honda CR-V 4WD 2015 chega do México por R$ 134.900

Do UOL, em São Paulo (SP)

30/06/2015 15h29

Anunciada durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro último, a linha 2015 do crossover Honda CR-V só agora chega ao mercado brasileiro, ainda importada do México. Reestilizado e com novos equipamentos, o modelo médio vem em configuração única, que acaba complementando a oferta do compacto HR-V e do sedã Civic, modelos que dominaram a atenção da Honda no primeiro semestre. 

Ao preço de R$ 134.900, o novo CR-V está equipado com motor i-VTEC FlexOne de 2 litros (155 cv a 6.300 rpm e torque de 19,5 kgfm a 4.800 rpm, com etanol no tanque; 150 cv a 6.300 rpm e 19,3 kgfm a 4.700 rpm usando gasolina), câmbio automático de cinco marchas e tração 4x4 integral -- o HR-V tem apenas versões 4x2 e com câmbio manual ou CVT.

Cores metálicas e perolizadas acrescentam R$ 1.200 à fatura. Os tons disponíveis são Modern Steel Metallic (cinza metálico) e Red Copper Pearl (vermelho perolizado), além do Taffeta Whitte (branco sólido), Alabaster Silver Metallic (prata metálico) e Crystal Black Pearl (preto perolizado). 

Entre os novos equipamentos, destaque para o sistema de chave inteligente para destravamento do carro e partida por botão no painel, além do teto solar, ambos inexistentes no HR-V e Civic. Há ainda sistema multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque e basculante e novos faróis com LED.   

Um degrau acima do HR-V

Com a reestilização, o CR-V se alinha ao atual estilo da Honda e fica visualmente mais robusto com a grade frontal sólida, para-choques remodelados, conjunto óptico com lentes alongadas e detalhes cromados ao longo da carroceria. As rodas de 17 polegadas também foram alteradas e calçam pneus 225/65.

No interior, há a aplicação de plásticos suaves ao toque, detalhes cromados e novo console central. A nova central multimídia tem GPS integrado (há a promessa de atualização de informações de trânsito por rádio para cidades como São Paulo, Rio, Brasília e Belo Horizonte, inicialmente), cãmera de ré, conexão Bluetooth para chamadas e streaming de música, além de conexão à internet por Wi-Fi (sem fio), quando o CR-V estiver parado. Além das entradas USB e auxiliar, há ainda a HDMI para a reprodução de áudio, vídeo e imagens em alta definição.

Volante multifuncional, piloto automático, revestimento de couro e material sintético e ar-condicionado é digital e tem duas zonas de resfriamento completam a lista de equipamentos de conforto.

Na segurança, controles de tração e estabilidade, direção com assistência elétrica adaptativa, hill start assist (assistente de partida em rampa), airbags frontais, laterais e de cortina para motorista e passageiro da frente. O freio de estacionamento volta a ser acionado em pedal posicionado à esquerda dos pedais convencionais de freio e acelerador -- não houve opção pelo sistema eletro-eletrônico do HR-V.

A marca ainda oferece garantia sem limite de quilometragem por três anos.

México ou Brasil?

Embora a comparação direta não seja totalmente correta, por diferença de custos de produção, impostos e mercados, é possível apontar que o CR-V mais completo, na configuração 4WD, custa 419.900 pesos no México. O valor equivale a pouco mais de R$ 83 mil. Por lá, há apenas a opção com o novo motor Earth Dreams de 2,4 litros, injeção direta de combustível, 187 cv e 25 kgfm de torque.

Com a abertura da nova fábrica da Honda em Itirapina (SP), que será especializada em modelos compactos, espera-se que a produção do HR-V seja toda centralizada, desafogando a unidade de Sumaré. Atualmente, a marca sacrifica a produção de Fit, City e até do sedã Civic, além de trazer unidades da Argentina, para reforçar a entrega do SUV compacto, que tem tido excelente aceitação do público.

Como "efeito colateral" da abertura da nova fábrica, Sumaré poderá se dedicar à produção de modelos médios, possibilitando a produção não apenas a fabricação ampliada do Civic, mas também a entrega local do CR-V.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo