Carros

UOL Carros lista tudo o que você quer saber sobre o Fiat Mobi

Autossegredos.com.br
Cara de mau: exagero visual passa a sensação de carro maior e mais robusto Imagem: Autossegredos.com.br

Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

08/04/2016 08h00

Pouco tempo após mexer com o mercado ao lançar a picape compacta-média Toro, a Fiat se prepara para apresentar outro modelo inédito e ambicioso: o subcompacto Mobi, rival direto do Volkswagen up! e substituto interno de Uno Vivace e Palio Fire, chega nos próximos dias para tentar ser líder do mercado.

UOL Carros já havia adiantado informações sobre o pequenino em janeiro, inclusive de preço. Com o lançamento próximo, cresce o número de flagras do carro sem camuflagem, como este do site especializado Autos Segredos -- o jornalista Marlos Ney Vidal, responsável pela publicação já antecipou muito de visual e informações sobre o modelo e cedeu as imagens da reportagem. A última atualização é esta aqui

Cresce também a expectativa do público para conhecer o modelo e suas principais características. Afinal, o Mobi terá de ter boas qualidades para entregar o que a Fiat quer: ao menos 100 mil unidades por ano, o que garante o pódio.

Pois bem, chegou a hora de responder às últimas dúvidas sobre o projeto, tudo apurado com fontes, concessionários e até rivais. Mesmo sendo extremamente compacto e ter limitações (custar menos de R$ 30 mil exige concessões nas versões de entrada), o Mobi traz algumas soluções inteligentes para o segmento.

Confira, em cinco tópicos, o que esperar do carrinho:

Dossiê: Fiat Mobi

  • Imagem: Autossegredos.com.br
    Autossegredos.com.br
    Imagem: Autossegredos.com.br

    Preço

    Segundo apurado junto a concessionários e apotado até por marcas rivais (que já se preparam para o impacto), o Mobi terá preço abaixo de R$ 30 mil para a versão de entrada, a Easy. Segue com Easy On (R$ 32 mil), Like e Like On (por volta de R$ 35 mil) e a Way (R$ 37 mil), no topo. Todas essas cifras ainda são estimativas. Reparou no jeitão de Uno? Base, suspensões, coluna A e até para-brisa são herança dele, retrovisores externos são derivados do Palio. Tudo para conter custo.

  • Imagem: Autossegredos.com.br
    Autossegredos.com.br
    Imagem: Autossegredos.com.br

    Visual

    Achou as linhas do Mobi desproporcionais? Pois é: o visual é estranho, cheio de vincos e partes abauladas, para-choques bicudos e faróis e lanternas exageradas. A ideia é passar a sensação de carro maior e menos "frágil". A ideia é fugir do minimalismo do up! (que não caiu no gosto do brasileiro). Há ainda outra provocação à Volkswagen: a tampa do porta-mala é em vidro temperado -- a rival trocou a peça original por uma chapa de metal no Brasil. Além de estilosa, proporciona redução de 6 kg no peso final.

  • Imagem: Autossegredos.com.br
    Autossegredos.com.br
    Imagem: Autossegredos.com.br

    Interior

    Acabamento espartano, muito plástico duro. A Fiat foi criativa nas texturas e no uso de elementos em preto piano, tentando ser descolada, mas o Mobi não foge do segmento e entrada. Também é impossível não passar aperto num veículo de 3,56 m de comprimento, 1,63 m de largura, 1,50 m de altura e 2,30 m de entre-eixos. O novo Fiat é menor do que o up! em quase todos os aspectos, incluindo tanque de combustível (47 contra 50 litros) e porta-malas (225 a 280 litros). Para compensar, soluções "marotas": os assentos dianteiros são bastante finos e o encosto de cabeça é integrado. O banco de trás também é fininho e bipartido em proporção de 60:40, com dois níveis de angulação (18 e 23 graus), o que amplia o volume do porta-malas em 10 litros. No geral, pernas e ombros sofrem, mas há bom espaço para a cabeça e os assentos (especialmente os traseiros) são mais macios e confortáveis que os do up!.

  • Imagem: Autossegredos.com.br
    Autossegredos.com.br
    Imagem: Autossegredos.com.br

    Equipamento

    A versões Easy será "pelada" de série. Ar-condicionado e direção hidráulica só na Easy On. Vidros dianteiros elétricos só na Like (os traseiros serão sempre a manivela), que ainda tem travas elétricos e banco traseiro bipartido. A Like On agregará alarme, rádio com sistema de áudio via Bluetooth (o mesmo de Uno e Toro inicial), faróis de neblina e rodas de liga leve aro 14. As aventureiras Way e Way On seguem mesmo pacote da linha Like, com firulas plásticas nos para-lamas, suspensões elevadas, pneus de perfil mais alto e barras longitudinais de teto. Como opcional, a partir de junho, a Fiat vai oferecer o inédito Live On, que transforma o próprio celular do motorista em central multimídia: você baixa um aplicativo e usa a conexão Bluetooth, pendura o smartphone no painel e acessa estações AM/FM, lista de músicas no Spotify, informações de clima e horário, dicas de condução econômica e até Waze. Os comandos são feitos no celular ou pelo volante multifuncional.

  • Imagem: Autossegredos.com.br
    Autossegredos.com.br
    Imagem: Autossegredos.com.br

    Motor

    Com o atraso do motor 1.0 3-cilindros de seis válvulas (que deve estrear ainda este ano, mas no Uno), o Mobi começa empurrado pelo velho Fire 4-cilindros de 1 litro e 73/75 cv (gasolina/etanol). Haverá novas relações de marchas (mais longas) e de respostas no acelerador (mais mansas) para garantir bons números no Inmetro. Entre 2 e 7 cv mais fraco e 36 kg mais pesado que o up! -- são 946 kg --, o subcompacto tenderá a ser menos esperto que o concorrente. Mas deverá ser ainda mais econômico.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo