Topo

Testes e lançamentos


CES 2019: Mercedes-Benz CLA cresce com nova geração em Las Vegas 

Jorge Moraes 

Colaboração para o UOL, em Las Vegas (EUA)

2019-01-09T10:24:59

09/01/2019 10h24

Nova geração ganhou porte e equipamentos melhorados, superando a crítica ao modelo atual

A Mercedes-Benz é uma das marcas que vai esnobar o Salão de Detroit, pronto para acontecer na próxima semana. Os alemães resolveram apresentar na CES (a Consumer Electronic Show, em Las Vegas) o novo CLA, que bate direto com o novo Classe A Sedan, mostrado no Salão de São Paulo, em novembro último.

Tá aí o modelo 2019 do cupê-executivo, ainda mais esportivo e bonito. Eu, hein?

A proposta desse novo CLA é complementar o segmento de sedãs -- que vem encolhendo no mundo por causa dos SUVs compactos -- de todas as maneiras, segundo dados da marca.

A Mercedes planeja, assim, uma convivência "normal" dos carros de diferentes segmentos, reforçando sua investida contra modelos mais "comuns" e bons de loja, como a nova geração de Toyota Corolla e o Ford Fusion, este em final de vida. 

O fabricante também investe na apresentação da central multimídia MBUX, a mesma do Classe A, carregada de novas funções. Estilosa, a central praticamente assume o papel de auxiliar de tecnologia do condutor, com controle por voz e por gestos.

Motor e medida

A propulsão gera em torno de um 2.0, quatro cilindros turbo de 225 cavalos de potência, na primeira leva, chamada de Edition 1, que chega às lojas europeias e norte-americanas em maio. Na tabela de preço dos EUA, o "mini CLS" custa a partir de US$ 30 mil.

Para o carro de 4,68 metros de comprimento (48 mm a mais no tamanho) temos o pulo em 30 mm do entre-eixos, com 2,729 m.

De fato quando você entra no veículo percebe que o banco traseiro deixou de ter aquele aperto dos tradicionais esportivos. O porta-malas de 460 litros perdeu imperceptíveis 10 litros no final da matemática do jovem alemão.

 Ainda não há definição para o Brasil, uma vez que a produção centralizada na Hungria deve abastecer primeiro Europa e EUA, para só depois seguir ao resto do mundo. Mas é possível que tenhamos o modelo ainda em 2019, logo após o Classe A Sedan.

* Jorge Moraes é jornalista, influenciador digital, jurado do Prêmio UOL Carros e fala sobre tecnologia em automóveis. Viagem a convite da Ford

Mais Testes e lançamentos