Topo

Testes e lançamentos

Volkswagen Jetta ganha nova versão básica 250 TSI por R$ 99.990

Divulgação
Sedã não vem com faróis de neblina e rodas são menores Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

08/12/2018 08h00

Sedã perdeu itens como bancos de couro e faróis de neblina para custar R$ 10 mil a menos que a versão Comfortline

A nova geração do Volkswagen Jetta acaba de ganhar uma nova versão de entrada. Chamada simplesmente de 250 TSI, ela já aparece no configurador do modelo no site da fabricante por R$ 99.990.

A diferença de R$ 10 mil em relação ao Jetta Comfortline aparece na lista de equipamentos. O revestimento interno é de tecido ao invés de couro, as rodas de liga leve são de 16 polegadas com pneus 205/60 R16, a chave não é do tipo presencial (eliminando também a partida do motor por botão), o espelho retrovisor interno não é fotocrômico e não há faróis de neblina. Por fim, o motor 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm de torque máximo é o mesmo das versões Comfortline e R-Line, mas sem seletor de modos de condução.

Veja mais

+ Volkswagen T-Cross já tem preço oficial lá fora: R$ 79.900
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

Apesar das ausências, o Jetta oferece um conteúdo generoso, incluindo controle de estabilidade, seis airbags, ar-condicionado digital de duas zonas, faróis e lanternas de LED, sensor de chuva, sistema start-stop, assistente de partida em rampas, freio de estacionamento elétrico, central multimídia com tela tátil de oito polegadas, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros e volante multifuncional.

Divulgação
Interior possui revestimento em tecido ao invés de couro Imagem: Divulgação

Meta: turbinar vendas

A estreia de uma nova versão é uma tentativa de alavancar as vendas do Jetta. Desde sua estreia no mercado brasileiro em setembro, o modelo até deu sinais de que poderia superar o desempenho de seu antecessor -- como em outubro, quando emplacou 523 unidades. Porém, o Jetta voltou ao volume de outrora já no mês seguinte, vendendo 387 veículos.

Somando os resultados das duas gerações, o modelo acumula 3.999 emplacamentos de janeiro a novembro deste ano, volume suficiente para levá-lo a um discreto sexto lugar no segmento, atrás até do Ford Focus Sedan. 

De toda maneira, ainda há uma esperança com a chegada da motorização 2.0 TSI, que era oferecida no modelo anterior. Isso, porém, deve acontecer apenas em 2019.

Mais Testes e lançamentos