Topo

Testes e lançamentos

BMW X7: maior carro da história da marca leva 7 e tem luxo de Rolls-Royce

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/10/2018 13h02

SUV possui design polêmico e dimensões exageradas: 5,16 metros de comprimento e 3,10 metros de distância entre eixos

Algumas coisas caem no gosto do público -- e não adianta remar contra a maré. É o caso dos SUVs: as fabricantes lançam uma enxurrada de carros para todos os gostos e bolsos. A BMW já tem seis modelos, mas faltava um segmento: um concorrente para o Mercedes-Benz GLS.

Essa é a missão do X7. Maior e mais luxuoso do que o X5, ele guarda muitas semelhanças com o conceito X7 iPerformance. E isso inclui a gigantesca grade frontal dupla -- a mais larga já utilizada na história da empresa em seus modelos de produção. Detalhe polêmico à parte, o SUV tem rodas de liga leve de 21 polegadas, linhas mais quadradonas e muitos cromados.

Veja mais

+ BMW X2 estreia motor 1.5 flex de 136 cv
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

O design, aliás, segue o padrão dos SUVs da marca. Os faróis afilados destoam um pouco do tamanho da grade e a traseira tem lanternas com formato parecido com as dos sedãs da BMW.

O interior é extremamente bem acabado (e espaçoso), mesclando couro, madeira e alumínio. O painel de instrumentos convencional foi substituído por uma tela de 12,3 polegadas, localizada quase ao lado de outra tela de 12,3 polegadas, esta para a central multimídia. O X7 tem 5,16 metros de comprimento, 1,99 metro de largura e 1,80 metro de altura, com uma distância entre eixos de absurdos 3,10 metros -- quase o mesmo que um Fiat Mobi. Frente ao X5, o SUV é 22,8 cm mais longo, 5 milímetros mais estreito e 5,3 cm mais alto, além de ter 12,9 cm a mais de distância entre eixos. O X7 pode levar seis ou sete passageiros, sendo que a segunda fileira de bancos pode ser movimentada para frente e para trás (facilitando o acesso aos bancos extras) e até rebatida ao toque de um botão. A capacidade do porta-malas varia de 326 a 2.120 litros.

Completão

A BMW ainda não definiu o pacote de equipamentos para cada mercado, mas a especificação para os Estados Unidos (mercado para o qual o X7 parece ter sido feito, aliás) inclui sistema de som com 10 alto-falantes, carregador de smartphone por indução e teto solar panorâmico com três folhas. A lista de opcionais tem som Bowers & Wilkins com 20 alto-falantes, sistema de entretenimento traseiro com duas telas de 10,2 polegadas, bancos aquecidos, cortinas nos vidros de trás, porta-copos com aquecimento e refrigeração e head  up display.

O X7 traz o que há de mais moderno na gama de produtos da BMW. Isso inclui amortecedores com controle dinâmico de rigidez, suspensão a ar e até o sistema Active Comfort Drive, que utiliza câmeras para escanear as condições da estrada e fazer ajustes na suspensão de acordo com as condições do piso. Como em modelos mais "baratos" da marca, ele sai de fábrica com itens como alerta de pontos cegos, alerta de colisão frontal e traseira, assistente de permanência em faixa, alerta de tráfego cruzado, frenagem autônoma de emergência, assistente de tráfego e estacionamento semi-autônomo com visões panorâmica e em 360 graus.

Opcionalmente, o SUV pode vir com o pacote Dynamic  Handling, que inclui direção com assistência progressiva, freios com calibragem esportiva M Sport e diferencial traseiro esportivo (no caso da versão xDrive50i)

V8 para os Estados Unidos

O X7 será oferecido em quatro versões, embora nem todas sejam oferecidas em todos os mercados. O X7 xDrive40i tem um motor 3.0 de seis cilindros com 340 cv e torque máximo de 45,4 kgfm, associado a uma transmissão automática de oito marchas e tração integral. A BMW informa aceleração de 0 a 100 km/h em 5,8 segundos e velocidade máxima de 245 km/h.

Já a versão xDrive50i é movido pelo conhecido 4.4 V8 biturbo, agora com 462 cv e 66,1 kgfm de torque máximo. Aceleração de 0 a 96 km/h é realizada em 5,2 segundos e velocidade máxima é limitada a 250 km/h, dependendo do mercado em que o SUV será vendido.

Há ainda duas versões movidas a diesel: a xDrive30d tem um motor 3.0 com 265 cv e 63,2 kgfm, enquanto a M50d entrega 400 cv e 77,5 kgfm.

Nos Estados Unidos, o X7 já está em pré-venda e as primeiras unidades serão entregues a partir de março, com preços variando de US$ 73.900 a US$ 92.600. 

Mais Testes e lançamentos