Topo

Testes e lançamentos

Volvo lança XC60 a diesel no Brasil com preços de R$ 275.950 a R$ 289.950

Murilo Góes/UOL
Volvo XC60 Momentum 2019 a diesel: não há diferenças visuais no modelo por conta do novo combustível Imagem: Murilo Góes/UOL

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/08/2018 15h35

Com a chegada das opções a diesel, meta da marca é alcançar 30% do segmento premium de SUVs médios -- hoje, modelo tem 24%

A Volvo implementa à linha XC60 mais opções de motores a partir de setembro, com a chegada das configurações Momentum e Inscription movidas a motor a diesel. Outra novidade é que a linha 2019 do SUV médio passa a ser importada da China, e não mais da Suécia.

Dessa forma, a marca sueca planeja alcançar cerca de 30% das vendas da categoria, que tem modelos como Discovery Sport, Audi Q5, BMW X3 e Mercedes-Benz GLC. Hoje, o XC60 ocupa 24% desse segmento.

Veja mais

Discovery Sport troca motor Ford por um "caseiro" tecnológico
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

"O motor a diesel é algo que faz sentido para agora e que continuará existindo", garante Leandro Teixeira, diretor de marketing da Volvo, ao ser perguntado sobre a nova orientação da empresa de priorizar produtos eletrificados e deixar de lado a propulsão movida a diesel. "Apenas as futuras gerações serão assim, começando agora pelo sedã S90", explica.

Murilo Góes/UOL
Interior é o mesmo que na versão a gasolina; bancos podem ser de couro preto, marrom, bege ou caramelo Imagem: Murilo Góes/UOL

Dessa forma, assim fica a gama de XC60 2019:

+ Volvo XC60 T5 Momentum (gasolina): R$ 245.950
+ Volvo XC60 D5 Momentum (diesel): R$ 275.950

+ Volvo XC60 T5 Inscription (gasolina): R$ 269.950
+ Volvo XC60 D5 Inscription (diesel): R$ 289.950

Motor do XC90

O XC60 2019 passa a contar com o motor 2.0 Drive-E de quatro cilindros, turbo, com 238 cavalos (a Volvo anuncia 235 hp) e 48,9 kgfm de torque, disponíveis logo cedo, já entre 1.750 e 2.250 rpm.

O câmbio é sempre automático de oito machas, com tração integral. Segundo a marca, a autonomia das versões a diesel pode encostar na casa dos 1.000 quilômetros por conta do tanque de combustível de 71 litros.

Mesma cara

Não há diferença visual da linha 2018 para a 2019, mas há novidade na lista de equipamentos.

A versão Momentum movida a gasolia já trazia de série ar-condicionado digital de duas zonas; teto solar panorâmico; sistema multimídia Sensus com tela tátil de nove polegadas, conexão para celular (AndroidAuto e CarPlay), som de alta performance, comando de voz, duas entradas USB e sistema de navegação; assentos dianteiros elétricos com memorizador par ao motorista; revestimento interno de couro; computador de bordo com quatro modos de condução; assistente de partida em rampa; câmera e sensores de estacionamento; sensor de chuva, sistema start-stop (que desliga e liga o motor em paradas rápidas para economia de combustível); suspensão adaptativa, rodas diamantadas de 19 polegadas e o sistema Volvo On Call para emergências e serviços de concierge.

O XC60 Momentum a diesel passa a acrescentar ao pacote o quadro de instrumentos digital em TFT (de 12,3 polegadas); assentos infantis no banco traseiro; o piloto automático adaptativo e o sistema assistente para direção semiautônoma (até 130 km/h). Estes dois últimos eram oferecidos na linha 2018 como opcionais.

Já o XC60 Inscription adicionava ao pacote acima o painel digital em TFT e os sistemas semiautônomos de condução, além de assentos dianteiros com aquecimento; sistemas de segurança ativa anticolisão; abertura e fechamento das portas por sensores de proximidade; chave revestida e couro com memorizador e função inteligente (Keyless) e rodas de 20 polegadas.

Na linha 2019, a gama Inscription adiciona a essa lista bancos perfurados com ventilação; suporte lateral e apoio para as pernas elétricos nos bancos dianteiros e memorizador no banco do passageiro, além dos assentos infantis nos bancos traseiros, assim como na versão Momentum.

UOL Carros roda com a novidade nos próximos dias e publica suas impressões ao dirigir oportunamente. Fique ligado!

Murilo Góes/UOL
Design traseiro é invocado e bastante agressivo; porta-malas pode carregar até 505 litros de bagagem Imagem: Murilo Góes/UOL

Mais Testes e lançamentos