Topo

Testes e lançamentos

Novo Suzuki Jimny prova que SUV pode ser moderno sem deixar de ser raiz

Divulgação
Quarta geração do Suzuki Jimny: ainda mais "quadradinha", só que um pouco menos "fofinha" Imagem: Divulgação

Leonardo Felix, Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/06/2018 04h00

Quarta geração é mais tecnológica sem deixar de preservar a "alma" do jipinho. No Brasil, conviverá com modelo atual

O entendimento sobre o que é um SUV mudou muito nos últimos anos. De alto, quadrado, montado sobre chassi, com boa capacidade off-road e concepção um tanto rústica, esse tipo de veículo passou a ostentar características mais similares às de um carro de passeio -- como a carroceria monobloco, a vocação prioritariamente urbana e uma preocupação maior com conforto.

Há, porém, os modelos que sustentam a "alma" de um utilitário raiz, como o Mercedes-Benz Classe G e o Suzuki Jimny. Este último está prestes a ganhar uma quarta geração, deixando para trás o excesso de simplicidade sem perder as características que o tornam um carrinho tão simpático.

Veja mais

+ Finalmente! Veja como será novo Renegade em detalhes
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

A boa notícia é que o Jimny 4 não deve demorar a chegar ao Brasil. A assessoria da HPE, empresa que representa a marca japonesa no país, confirmou a UOL Carros que o modelo será comercializado. Sua presença é aguardada no Salão de São Paulo, em novembro, e vendas devem iniciar em algum momento de 2019.

Já a informação nem tão alvissareira assim é que ele será posicionado acima da atual geração e conviverá com ela, o que significa que não será tão acessível quanto os R$ 68.980 cobrados pelo Jimny 3 (existente desde 1998). Tal estratégia dá todos os indícios de que a quarta geração será importada, enquanto a antiga seguirá sendo produzido em Catalão (GO).

Divulgação
Lanternas traseiras passam a ficar no para-choque, enquanto estepe está mais centralizado Imagem: Divulgação

O que o novo Jimny tem

As primeiras imagens oficiais divulgadas pela Suzuki mostram que o Jimny ficou ainda mais quadradinho, lembrando bastante a geração 2 (batizada de Samurai no Brasil) do mesmo modelo. Ao mesmo tempo, os faróis arredondados e a grade preta formada por traços retilíneos deram a ele uma feição mais séria do que a "carinha amigável" da geração 3.

Destaque ainda para o impressionante vão livre do solo, os protetores de caixas de rodas bastante proeminentes e a presença de estepe pendurado à tampa do porta-malas, solução totalmente compreensível em um veículo de pegada verdadeiramente lameira.

O que mais impressiona, porém, é o novo painel com aspecto deveras moderno. A central multimídia tem tela grande e há comandos por teclas na parte inferior da faixa vertical central. O Jimny continuará oferecendo tração 4x4 com opção reduzida, algo imprescindível num SUV "raiz", mas agora contará também com câmbio automático de quatro marchas -- além da costumeira opção manual -- e frenagem automática emergencial.

Especula-se que o modelo ganhará até mesmo uma configuração híbrida na Europa.

Divulgação
Painel do novo Jimny mescla rusticidade de sempre com tela multimídia proeminente e soluções mais "moderninhas" para os comandos na faixa central Imagem: Divulgação

Avaliação: Jimny atual é o 4x4 mais barato do Brasil

UOL Carros

Mais Testes e lançamentos