Topo

Seu Automóvel

Renault Sandero decepciona com uma estrela em teste de segurança; assista

Do UOL, em São Paulo (SP)

12/06/2018 13h33Atualizada em 13/06/2018 14h18

Estrutura pouco reforçada levou hatch e também irmão sedã Logan a terem nota ruim em avaliação do Latin NCAP

A dupla Renault Sandero e Logan obteve resultado decepcionante na mais recente bateria de avaliações divulgada pelo Latin NCAP (programa de segurança viária para América Latina e Caribe), nesta terça-feira (12).

A família de compactos produzida em São José dos Pinhais (PR) tirou apenas uma estrela de cinco possíveis em segurança para adultos nas provas de impacto frontal a 64 km/h e de impacto lateral a 50 km/h. Trata-se de nota pior que aquela obtida pelo subcompacto Kwid, vendido a preço menor pela Renault no Brasil.

Mesmo a avaliação tendo sido feita apenas com o hatch, ela é igualmente aplicável ao sedã Logan, irmão de plataforma do Sandero que é 4,5 cm maior em entre-eixos, mas não sofre modificações de balanço dianteiro. Confira o vídeo dos crash tests no topo da reportagem.

Veja mais

Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

O órgão considerou como "pobre" -- a pior classificação possível -- o nível de proteção oferecido ao peito do motorista tanto na colisão frontal quanto lateral, apesar de Sandero e Logan contarem com os obrigatórios airbags frontais e também com barras de proteção nas portas dianteiras. Já o grau de segurança para o peito do passageiro dianteiro e das pernas dos dois ocupantes adultos foi avaliado como "marginal". Para a cabeça desses respectivos passageiros os resultados foram "bom" ou "adequado".

Em relação às crianças posicionadas na fileira traseira o resultado foi três estrelas, embora o nível de proteção para o peito também tenha sido apontado como "pobre".

O Latin NCAP atribuiu o resultado fraco à "falta de uma melhor estrutura e de dispositivos de absorção de energia" na carroceria. Também levaram ao desconto de pontos a ausência de controle eletrônico de estabilidade (presente somente em versões de topo com câmbio automatizado), de ganchos de fixação para cadeirinhas infantis, de cintos de segurança dianteiros com pré-tensionadores e de cinto de três pontos na posição central traseira.

"Este fato surpreende, levando em conta que o Sandero lançado na África e testado pelo Global NCAP possui cintos de três pontos em todos os assentos, bem como Isofix", afirmou o programa em comunicado. "É uma enorme preocupação que um dos modelos mais vendidos na região, como é o [caso da família] Sandero/Logan, ofereça um nível de proteção tão baixo", completou o secretário-geral da entidade, Alejandro Furas.

Ainda nas palavras do Latin NCAP, a Renault já teria se comprometido a melhorar o desempenho de segurança de Sandero/Logan. UOL Carros acredita que a fabricante fará melhorias estruturas e incrementará o pacote de segurança da dupla quando lançar o facelift de meia-vida para a atual geração, no primeiro semestre de 2019.

Divulgação
Renault Sandero em teste de colisão frontal do Latin NCAP Imagem: Divulgação

Mitsubishi Eclipse Cross: cinco estrelas

Em contrapartida, o SUV Mitsubishi Eclipse Cross, que será apresentado ao Brasil no Salão de São Paulo deste ano, obteve o máximo de cinco estrelas em segurança para adultos. Para crianças a nota não empolgou tanto: três estrelas.

Utilitário conta com controle de estabilidade e sete airbags, o que contribuiu para o bom desempenho. Entretanto, a escolha de um sistema de retenção infantil ajustável apenas pelo uso do cinto de segurança na fileira traseira resultou em desconto de alguns pontos. Assista aos testes de colisão e de desempenho do controle de estabilidade na playlist a seguir.

Mitsubishi Eclipse Cross no Latin NCAP
1 | 2

Mais Seu Automóvel