Topo

Salão de Detroit

Kia Cerato ganha estilo alemão, mas usa motor comedido; veja como ficou

André Deliberato

Do UOL, em Detroit (EUA)

19/01/2018 04h00

Sedã recebe inspiração visual baseada no cupê de luxo Stinger

Maior novidade da Kia no Salão de Detroit 2018, a nova geração do Cerato (chamado de Forte nos Estados Unidos) foi apresentada nesta semana e tem despertado muita curiosidade entre os visitantes. Conheça-a em detalhes navegando por nossa galeria de fotos acima.

A maior novidade é visual: o sedã bebeu da mesma fonte do Kia Stinger para se apresentar no evento. Seu novo desenho é inspirado no carro maior, que nasceu para combater cupês de luxo (como Audi A5, Mercedes C Coupé e BMW Série 4 Gran Coupé) e tem ganhado destaque na Europa.

Cresceu 8,1 cm no comprimento, passando a 4,64 m; e ficou 1,3 cm mais alto, indo a 1,44 m. A largura é a mesma, de 1,80 m.

A filial brasileira da Kia, representada pelo Grupo Gandini, ainda não confirma a chegada do novo Cerato em nosso país. No mercado norte-americano, ele é esperado para o final do ano. A produção será feita na nova fábrica da marca no México -- Pesquería será responsável por todos os mercados das Américas.

Veja também

+ Veloster 2 promete ser veloz (de verdade)
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Ousado no estilo, contido no motor

Até então, o Cerato deixava o arrojo para as configurações hatch e cupê, mas essa também é atribuição do sedã agora. Faróis mais afilados, entradas e saídas de ar com novos recortes, caimento da coluna C mais fluido e lanternas interligadas (como no Sportage que já é vendido no Brasil) são detalhes que reforçam essa sensação.

Só que apesar da aparência mais interessante, a motorização é pacífica, voltada ao bom consumo.

Ele passa a utilizar um câmbio CVT, que trabalha em conjunto com o mesmo 2.0 de 149 cv utilizado pela versão de entrada do Veloster, que segundo a Kia pode fazer quase 15 km/l de gasolina quando combinado com a nova caixa de câmbio. É sempre importante lembrar, no entanto, que a gasolina dos EUA é (muito) mais eficiente que a nossa.

Murilo Góes/UOL
Kia Cerato é chamado de "Forte" em outros mercados; novo visual quer juvenescer essência do carro Imagem: Murilo Góes/UOL

Recheado de tecnologia

Por dentro a maior diferença está na simetria do painel, agora com linhas horizontais. O painel também foi inspirado no Stinger e agora há uma tela tátil de 8 polegadas no topo do console, semelhante à do novo Hyundai Veloster.

A nova central tem compatibilidade com Apple CarPlay e o Android Auto e comanda um sistema de som da grife Harman Kardon. A cabine ainda conta com uma prateleira no console central para sistema de carregamento de smartphones por indução (sem fio).

Mais Salão de Detroit