Topo

Segredos automotivos

Citroën C4 Cactus faz últimos testes antes de lançamento no 2º semestre

Filipe Cazoni/UOL
Citroën C4 Cactus 2019 está quase pronto para ganhar as ruas brasileiros. Perto do Fiat Uno que roda à frente temos uma boa noção de suas dimensões Imagem: Filipe Cazoni/UOL

Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/01/2018 11h52

Com produção local, crossover estreará nova base global do grupo PSA e enfim colocará marca no mercado de SUVs

Está chegando a hora de o Citroën C4 Cactus ser colocado à venda no Brasil. UOL Carros apurou junto a fontes ligadas à marca que o crossover -- que deve ser anunciado pela fabricante como um "SUV" -- chegará ao mercado no segundo semestre deste ano, com produção local em Porto Real (RJ).

Mês de lançamento ainda não está definido -- ou, se está, a informação vem sendo mantida a sete chaves --, mas nossa reportagem aposta que será antes do Salão de São Paulo, marcado para novembro. Tanto que alguns protótipos vêm rodando freneticamente em rodovias dos Estados de Rio de Janeiro e São Paulo, sinalizando a aceleração dos testes de durabilidade.

Veja também

+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

Nesta reportagem há flagras de dois exemplares (identificados pelas placas com numeração diferente). A primeira imagem é do leitor Filipe Cazoni, feita na entrada de Resende (RJ). A segunda é de Pedro Maluf Stein, registrada na rodovia Campinas-Monte Mor. Ambos os protótipos possuem camuflagem de nível intermediário (zebrada).

Conforme antecipado pelo colunista Fernando Calmon em novembro passado, o modelo será a grande aposta do grupo PSA para o país nos próximos anos, por dois motivos.

Primeiro, por enfim colocar a Citroën no mercado de SUVs compactos, o que mais cresce no país. A marca até se esforça para vender o Aircross como seu representante no segmento, mas o modelo não apenas não vende mais como outrora como, na prática, é um monovolume.

Segundo, e mais importante: trará consigo a plataforma modular EMP (com as derivações 2 e 1, dotadas de entre-eixos e bitolas diferentes, tal qual ocorre com as matrizes MQB e MQB  A0 da Volkswagen), já usada por carros da Peugeot-Citroën na Europa e que permitirá à companhia renovar toda a gama de modelos de porte médio e compacto na América do Sul.

Divulgação/Arte UOL
Será assim (ou muito próximo a isso, com pequenas adaptações) que o C4 Cactus chegará ao Brasil Imagem: Divulgação/Arte UOL

Como ele será

Também conforme apontado por UOL Carros em novembro, o C4 Catus nacional será lançado já com a reestilização de meia-vida da atual geração apresentada na França no fim do ano passado. Tudo porque o design original, apresentado ao público brasileiro no Salão de São Paulo de 2014, não agradou muito.

Demasiadamente controverso mesmo para os padrões europeus, o crossover deixou de lado o "desconstrutivismo" excessivo e possui agora cara mais convencional, com linhas bem delineadas na dianteira e sem as polêmicas bolhas de ar nas laterais da carroceria.

Na parte mecânica o modelo certamente receberá nas versões de topo o motor 1.6 turboflex de 165/173 cv (gasolina/etanol) que já equipa boa parte do portfólio, mas com uma novidade: será o primeiro carro produzido pela PSA no Brasil a casar esse motor com o câmbio automático de seis marchas da Aisin, configuração que deve pintar pouco depois no Peugeot 2008.

Também vem sendo ventilada a formação de versões utilizando o propulsor 1.6 FlexStart aspirado, de 115/118 cv, com gerenciamento por transmissão manual de cinco ou automática de seis velocidades (também da Aisin).

Procurada, a assessoria da Citroën não confirmou o lançamento e declarou ser "normal praticar testes contínuos de rodagem e desenvolvimento de novas plataformas". Confirmou, porém, que mantém firme o planejamento de fazer "um grande lançamento no Brasil por ano até 2021".

Pedro Maluf Stein/UOL
C4 Cactus não é tão espaçoso: tem 2,59 metros de entre-eixos e 1,73 m de largura. Por outro lado, pesa pouco mais de 1.000 kg e promete ser um veículo bastante ágil Imagem: Pedro Maluf Stein/UOL

Mande flagras por e-mail ou no nosso novo WhatsApp

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

UOL Carros também usa o WhatsApp como forma de receber suas imagens: basta adicionar o +55 11 9-7670-4028. Segue válida a forma por e-mail uolcarros@uol.com.br.

Mais Segredos automotivos