Seu Automóvel

Terceiro carro mais vendido do Brasil, Ford Ka zera nota em novo crash test

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/10/2017 14h48

Em nova rodada de testes de impacto realizada pelo Latin NCAP, órgão de segurança viária responsável por avaliar veículos comercializados na América Latina, incluindo o Brasil, o Ford Ka, terceiro carro mais vendido do país, recebeu nota zero na proteção para adultos e três na proteção para crianças.

Em avaliação anterior, realizada em 2015 pela mesma entidade, o hatch da Ford teve resultado melhor, com quatro estrelas para adultos e as mesmas três para crianças.

A explicação para o rebaixamento na nota está relacionada aos critérios mais rigorosos adotados nos testes do Latin NCAP desde 2016, quando incluiu na programação avaliação de impacto lateral, colidindo o veículo contra uma barreira para simular uma batida de forma lateral contra outro carro e também passou a avaliar a eficiência dos controles de tração e estabilidade, quando disponíveis.

Lateral frágil

O Ka zerou a nota para adultos justamente no impacto lateral, segundo o órgão, por "mostrar altos níveis de lesões no peito do ocupante adulto, penetração profunda do pilar B no habitáculo e abertura da porta". A entidade afirma que o modelo não dispõe de dispositivos para absorção da energia na estrutura nem no painel das portas, o que explicaria o mau desempenho. Com isso, o veículo seria reprovado segundo a norma UN95 das Nações Unidas.

Quanto à proteção para crianças, a avaliação foi considerada "aceitável", mas nem o sistema Isofix do carro escapou das críticas: o Latin NCAP afirma que a sinalização dos ganchos é "deficiente". Além disso, o compacto também perdeu pontos por não permitir o desligamento do airbag frontal do passageiro para a instalação de cadeirinha no banco da frente, voltada para trás.

O modelo foi testado em sua versão básica, que traz os dois airbags frontais obrigatórios, mas não conta com controles de tração e estabilidade, disponíveis exclusivamente nas versões mais caras. O resultado também e válido para o Figo/Aspire comercializado no México, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Panamá -- por isso o nome Figo no vídeo divulgado pelo Latin NCAP.

O que diz o Latin NCAP

"Estamos surpresos como, mais uma vez, uma fabricante tão importante como a Ford venda um carro zero estrela na América Latina -- carro que, inclusive, falharia nos testes básicos da norma de proteção contra impactos laterais da ONU", criticou Alejandro Furas, secretário geral do Latin NCAP. "Esse resultado deveria servir como lição para os governos de toda a região, já que alguns fabricantes ainda não conseguem proporcionar níveis mínimos de segurança", completou.

Em maio, por motivos semelhantes, o Chevrolet Onix, automóvel mais vendido do país desde 2015, também zerou a nota, tanto para adultos quanto para crianças.

Procurada, a Ford afirmou que "o Ka está disponível no Brasil desde 1997 e cumpre integralmente com a respectiva legislação brasileira e também oferece equipamentos de série que vão além das exigências locais de segurança, como distribuição eletrônica de freios (EBD), Isofix (para ancoragem de bebê conforto), encosto de cabeça e cinto de segurança de três pontos no banco traseiro central e lembrete de uso do cinto de segurança para o banco do motorista".

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Seu Automóvel

Topo