Carros

Depois do Polo, Volkswagen quer "arrumar a casa" para brigar por liderança

Divulgação
Imagem: Divulgação

Eugênio Augusto Brito, André Deliberato, Leonardo Felix, Fernando Calmon

Do UOL, em São Paulo (SP)

28/09/2017 04h00

Na segunda-feira (25), a Volkswagen fez seu lançamento mais ousado dos últimos anos: com tecnologia e segurança similares aos encontrados na Europa, o novo Polo nacional foi apresentado com apenas quatro configurações e só dois pacotes de opcionais cada, custando de R$ 49.990 a no máximo R$ 75.940.

Na semana anterior, a marca já havia remodelado a linha de Fox (anunciando as versões Connect e Xtreme) e da perua SpaceFox (aposentando a SpaceCross).

Fora os três primeiros passos de uma grande estratégia que UOL Carros adianta desde março: simplificar uma linha de carros que atualmente é enorme, confusa e que deixa o comprador desestimulado no momento da compra. Quem aí não lembra da SpaceCross que custava R$ 100 mil quando somados os preços dos opcionais

Não só o comprador -- executivos da marca disseram acreditar que mesmo vendedores se perdiam no momento de tentar explicar as vantagens de uma das dezenas de opções de pacotes opcionais.

Com portfólio simples, a marca quer vender mais e voltar a brigar pela liderança a partir de 2018. 

Fim da bagunça

Nessa arrumação, perdem força e serão aposentados os modelos aventureiros. Além disso, o ideal é que cada modelo tenha duas ou três configurações, cada uma com dois ou no máximo três pacotes de opcionais. 

Atualmente, todo mundo quer mais SUV, menos hatch com adereços plásticos: a perua SpaceCross já foi (resta apenas a civil Spacefox). O próximo é o CrossFox: ao divulgar a estreia das versões Fox Connect (com itens de conectividade e câmbio manual de cinco ou automatizado de cinco marchas) e Xtreme (aventureiro leve, câmbio só manual, sem estepe na traseira), a Volkswagen preparou o mercado para um futuro sem CrossFox, mas que será servido pelo SUV pequeno T-Cross.

Mais: se as vendas do Polo subirem como a marca espera, mesmo o futuro do Fox como um todo pode ser curto, embora executivos ainda desconversem sobre a hipótese.

Veja como anda o novo Polo TSI 
Polo tem cinco estrelas em crash test
Picape da VW terá porte da Oroch
+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube: https://goo.gl/B4mHyi
+ Instagram de UOL Carros: https://www.instagram.com/uolcarros/

Haverá também realinhamento de cada hatchback, intensificando movimento iniciado com o lançamento do novo up!, em abril. Se foi um erro estratégico colocar o up! abaixo do Gol, em 2014, agora a ideia é alinhar cada modelo ao padrão correto de comprador, tendo o Gol como o modelo de entrada que nunca deveria ter deixado de ser.

Assim, o Gol é atende ao perfil de "robustez e racionalidade" para quem só pode pagar cerca de R$ 40 mil; up! atua como compacto descolado, seguro, "inovador e eficiente", agradando homens e mulheres que podem pagar de R$ 44 mil a R$ 52 mil (no caso do TSI); Fox oferece "custo-benefício e versatilidade consagrados", enquanto o público topar pagar o gasto médio de R$ 54 mil; Polo, na faixa de R$ 50 mil a R$ 75 mil, oferece "novos patamares de conteúdo e tecnologia em seu segmento"; Golf é o "sonho de consumo" em termos de estilo e dirigibilidade, com preços de R$ 77 mil a mais de R$ 100 mil.

"A Volkswagen quer ser a fabricante com a maior possibilidade de escolhas de hatchback do mercado", cravou a UOL Carros o vice-presidente de vendas e marketing, Gustavo Schmidt. Depois, em comunicado, justificou o novo alinhamento: "O segmento de hatches representa atualmente mais de 40% de todos os veículos vendidos no Brasil. Nesse cenário, a estratégia da Volkswagen é de simplificar a complexidade da oferta de versões no portfólio de hatches, aumentando a competitividade dos modelos da marca".  

Como fica a linha Volks

Hatches: Gol, up!, Fox, Novo Polo e Golf.

Sedãs: Voyage, Virtus (começo de 2018), Jetta e Passat.

Picapes: Saveiro, picape feita sobre a base MQB A0 (fim de 2018) e Amarok.

Peruas: Spacefox e Golf Variant.

SUVs: T-Cross (2018), Novo Tiguan (2018), Tharu (2020) e Touareg.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo