Seu Automóvel

Dez dicas para deixar pintura do seu carro bonitona por mais tempo

Getty Images/iStockphoto
Não é preciso ser obcecado: basta seguir uma lista simples de procedimentos para manter carro longe dos riscos e da opacidade Imagem: Getty Images/iStockphoto

Alessandro Reis

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

01/08/2017 04h00

Veja procedimentos simples que ajudam a evitar desgaste

Mais do que proteger a carroceria do carro, a pintura é um dos itens que mais chamam a atenção em um automóvel. Um mesmo modelo pode ficar muito mais bonito ou chamativo só pela cor (ou cores, já que estamos revivendo a onda do "saia e blusa") que ostenta.

Também é verdade que pintura opaca ou quebradiça é um fator que ajuda a desvalorizar bastante um veículo na hora da revenda, além de deixar as partes metálicas mais expostas à corrosão. Repintar um carro totalmente hoje é algo que não vale a pena, por conta do custo elevado e porque o retoque dificilmente passa despercebidos aos olhos de um especialista. 

Portanto, cuidar da pintura não é apenas uma mera preocupação com aparência: indica que o dono atual é cuidadoso com o automóvel e, claro, significa que será possível negociá-lo a um preço maior. Por isso selecionamos algumas dicas simples que o ajudarão a manter seu carro sempre brilhando e em estado de novo, do verniz à tinta que cobre a carroceria. Confira:

Evite sol e calor em excesso

Exposição a altas temperaturas é o que mais desgasta a pintura, especialmente ao deixar o carro estacionado por muito tempo sob o sol. Os raios UV tiram o brilho da tinta. Veículos pretos ou escuros absorvem mais o calor e, portanto, sofrem ainda mais com o problema. A dica é óbvia: deixe sempre que possível o automóvel em estacionamento coberto, protegido do calor e dos raios solares. 

Getty Images/iStockphoto
Desleixo com pintura pode levar a situações extremas como ferrugem e corrosão da carroceria Imagem: Getty Images/iStockphoto

Não tem garagem? Capa salva

O uso de capa protetora específica para automóveis não substitui uma garagem coberta, mas ajuda a proteger o carro durante períodos curtos. Seu uso prolongado não é recomendado, sobretudo embaixo do sol, pois a capa acaba retendo o calor e funcionando como uma "estufa”, expondo a pintura e o automóvel como um todo a temperaturas ainda mais elevadas.

Lave de forma correta

Lave o carro regularmente para evitar o acúmulo de poeira decorrente da poluição. Uma vez por semana é suficiente. Use sempre produtos específicos para a limpeza de automóveis, evitando materiais que tenham solvente à base de petróleo na sua composição e produtos abrasivos, como sabão em pó. Também não utilize detergente de cozinha. Pelos motivos expostos acima, procure efetuar o serviço sempre à sombra.

Cuide depois de lavar

Depois da lavagem, é igualmente importante o cuidado para secar lataria e componentes plásticos, sempre à sombra e utilizando pano de microfibra ou outro material específico para esse fim. Verifique se não restou água e/ou material de limpeza nos vãos do capô e das portas. Esses cuidados ajudam a prevenir formação de manchas, especialmente sobre o verniz protetor. 

iStock/Getty Images
Tome cuidado ao secar o carro: use panos adequados e realize o procedimento sempre à sombra Imagem: iStock/Getty Images

Use cera... Da forma correta

Depois da limpeza cuidadosa, o arremate deve ser feito com a aplicação de cera automotiva de qualidade, novamente à sombra. As ceras geralmente trazem proteção contra os raios UV e formam uma película protetora e impermeável, que ajuda inclusive a evitar que sujeiras se fixem na lataria. A durabilidade da cera depende do produto e também das condições de uso do veículo – quanto mais exposto a intempéries e ao sol, menos a proteção vai durar. Recomenda-se reaplicá-la a cada três meses.

Fique atento à hora de abastecer

O etanol e, especialmente, a gasolina e o diesel contêm micro partículas que podem estragar a pintura, caso esta permaneça exposta por períodos mais prolongados. Ao dar aquela passada no posto, certifique-se que o frentista não derramou combustível na área próxima ao bocal. Se isso acontecer, peça para limpar imediatamente com água e um pano limpo.

Cuidados com "titica" de passarinho

A situação é bem comum, seja rodando no trânsito ou quando o carro está estacionado em uma área descoberta: quando você volta, a lataria está marcada com cocôs de pássaro. A famosa "titica" contém substâncias corrosivas, que podem facilmente manchar a pintura. Portanto, remova a sujeira com produtos de limpeza de automóveis o quanto antes.

Fuja dos riscos

Estacionar embaixo de árvores potencializa incidentes como a queda de frutos ou galhos que podem arranhar ou danificar a pintura. Outro hábito não muito bem-vindo é rodar “colado” à traseira de um caminhão que esteja transportando areia ou cascalho, por exemplo. Se possível, evite também rodar com o carro em vias não pavimentadas, porque os riscos de pequenos pedregulhos serem lançados contra a carroceria são grandes.

Desvie do piche

Essa é outra situação bem comum: passar com o carro sobre um remendo recém-aplicado ao asfalto. Muitas vezes, o material usado para o reparo, popularmente conhecido como piche, ainda não está curado o suficiente e pode respingar sobre a pintura. Mais tarde, ao endurecer, o material facilmente adere à superfície e depois fica complicado de removê-lo, com riscos de danificar a pintura. Um pouco de cera automotiva e uma flanela costumam ser suficientes para retirar o “grude”. 

Getty Images/iStockphoto
Se aplicada do jeito certo, cera ajuda a proteger pintura do carro por um período de até três meses Imagem: Getty Images/iStockphoto

Geral pós-chuva

Por incrível que pareça a chuva ajuda a sujar seu veículo, especialmente em cidades bastante poluídas, como São Paulo. Não apenas por conta da poluição, mas também por conta dos respingos da água suja do asfalto, que podem conter restos de óleo, combustível e outros produtos nocivos, que inevitavelmente vão atingir o veículo. Depois de um "pé d'água", portanto, trate de dar uma limpeza geral no carro para evitar que essa sujeira afete a pintura.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Seu Automóvel

Topo