Testes e lançamentos

Fittipaldi vai concentrar vendas de seu superesportivo nos Estados Unidos

Do UOL, em São Paulo (SP)

12/04/2017 08h00

Serão apenas 39 unidades produzidas; metade irá para os EUA

O supercarro EF7, idealizado por Emerson Fittipaldi e projetado pelo estúdio Pininfarina, apresentado recentemente no Salão de Genebra, terá metade da sua produção (limitada a 39 unidades) destinada ao mercado norte-americano.

O número não é aleatório: simboliza as 36 vitórias do ex-piloto em GPs da Fórmula 1 e Fórmula Indy e seus três títulos mundiais, sendo dois na primeira competição e um na segunda.

A confirmação veio do próprio brasileiro à publicação "Automotive News". Vale lembrar que ele e sua família moram nos Estados Unidos e que a Pininfarina é italiana, mas também tem sede no país norte-americano. Por enquanto, ainda não há confirmação sobre se alguma unidade do EF7 será destinada ao Brasil, terra natal do bicampeão da F1 e vencedor das 500 Milhas de Indianápolis em duas ocasiões.

Como é o superesportivo

O EF7 foi apresentado em Genebra com pompa e circunstância. Ao menos em um primeiro momento, o cupê terá homologação para rodar exclusivamente em pistas. Ele conta com uma fórmula bem tradicional e dispensa modernidades como propulsão híbrida: traz motor V8 de 4,8 litros, naturalmente aspirado e instalado na posição central-traseira, acoplado a um câmbio sequencial de seis marchas e movidos por tração traseira. Freios com ABS e controle eletrônico de estabilidade? Nem pensar.

Como convém a um esportivo de alto desempenho, o chassi tubular monobloco e a carroceria são feitos de fibra de carbono para maior rigidez estrutural e redução de peso. As primeiras unidades devem ser entregues no início de 2018. Antes disso, ele poderá ser testado no mundo virtual, no game Gran Turismo, para os fãs de Playstation.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo