Testes e lançamentos

Hyundai surpreende com terceiro Tucson nacional; veja preços e versões

Divulgação
Hyundai "All New" Tucson: terceira geração vai ser feita ao lado da primeira... juntas Imagem: Divulgação

André Deliberato

Do UOL, em Florianópolis (SC)

08/12/2016 10h00

SUV médio mira Jeep Compass; "New" Elantra também chega recheado

Após revelar os preços do Creta, a Hyundai -- desta vez representada pelo grupo Caoa -- confirmou a estreia e os preços dos novos Elantra e Tucson, ambos mostrados de forma prévia no Salão do Automóvel de São Paulo, no mês passado.

O "All New" ("todo novo", em inglês) Tucson chega a partir deste mês para ser mais um veículo produzido sob formato CKD na fábrica da marca em Anápolis (GO). Com isso, a Hyundai passa a ter três gerações de um mesmo veículo ao mesmo tempo: Tucson (o mais antigo), ix35 (atual Tucson lá fora) e "New" Tucson (a terceira geração).

É sempre válido lembrar que lá fora o Tucson é o SUV de entrada da marca, competindo diretamente com o segmento de Honda HR-V e Jeep Renegade -- algo que, por aqui, ficou sob responsabilidade do Creta --, enquanto no Brasil a terceira geração do modelo chega posicionada em degrau superior, mirando carros como Jeep Compass, Honda CR-V, Kia Sportage.

Murilo Góes/UOL
Hyundai Tucson foi uma das novidades exibidas pela marca no Salão do Automóvel de SP, em novembro Imagem: Murilo Góes/UOL

Estes são os preços:

+ New Tucson 1.6 T-GDi "Intermediária": R$ 138.900
Apesar da denominação, é a versão de entrada do modelo. Traz de série ar-condicionado de duas zonas; direção elétrica; botão de partida; chave inteligente (reconhecimento presencial); coluna de direção ajustável; controlador automático de velocidade; display de 3,5 polegadas em TFT no quadro de instrumentos; câmera de ré; bancos, volante e manopla com revestimento de couro; bancos dianteiros com ajustes elétricos; retrovisores externos eletricamente rebatíveis com piscas em LED; sensor crepuscular (faróis com acendimento automático); botão de partida; central multimídia com tela tátil de sete polegadas, sistema de rádio, conexão Bluetooth, comandos no volante, entradas para iPod, auxiliar e USB e interação com smartphones (AndroidAuto e CarPlay) e rodas de liga leve de 18 polegadas, entre alguns outros itens. Na parte de segurança, além dos obrigatórios freios com ABS e airbag duplo, a versão de entrada oferece controle de tração e estabilidade; assistente de partida em rampa e airbags laterais e de cortina (são seis no total).

+ New Tucson 1.6 T-GDi "Top": R$ 147.900
Novamente, apesar da denominação, este é a versão intermediária do New Tucson. Traz tudo ofertado na anterior e adiciona ao pacote display de 4,2 polegadas de TFT no painel de instrumentos (anulando o de 3,5 pol); faróis com projetor em LED; lanternas em LED; grade frontal e maçanetas cromados; retrovisores externos com iluminação (para poças) e teto solar panorâmico.

+ New Tucson 1.6 T-GDi "Special Edition": R$ 159.600
Na versão de topo, o SUV agrega retrovisor eletrocrômico; abertura do porta-malas por aproximação; bancos dianteiros climatizados (aquecimento e resfriamento); faróis e lanternas full LED; moldura cromada nos vidros; assistente de estacionamento e detector de ponto cego.

Divulgação
Interior ganhou equipamentos e agora pode espelhar celulares na central multimídia Imagem: Divulgação

Todas as configurações são equipadas com o motor Gamma 1.6 T-GDi, de quatro cilindros e cabeçote em alumínio, com turbo e injeção direta de gasolina, que rende 177 cv e 27 kgfm de torque (entre 1.500 e 4.500 rpm). O câmbio é automatizado de dupla embreagem e sete marchas.

Nenhuma configuração, porém, oferece luzes de posição diurna (DRL), freio de estacionamento por botão (equipamento visto em carros mais simples, como o próprio Creta) ou borboletas para troca de marcha atrás do volante. Segundo a marca, o DRL deve ser incorporado nos próximos meses, mas não há planos para os outros.

Divulgação
Elantra mudou de desenho e agora está ainda mais parecido com os carros da Ford Imagem: Divulgação

Coreano

O Elantra também tem mudanças, mas continua sendo importado da Coreia do Sul. Além das modificações estéticas, que o deixa ainda mais parecido com modelos já conhecidos -- a frente é praticamente igual à de um Ford Fusion --, o sedã também recebe mais equipamentos para competir com os recém-renovados sedãs médios do mercado, Chevrolet Cruze e Honda Civic. São três versões bem definidas e de certa forma até distantes (em preço) uma das outras.

+ Elantra 2.0 Nu "Base": R$ 84.990
Chega com transmissão automática para competir diretamente com as versões com câmbio manual dos concorrentes. Além dos obrigatórios freios com ABS e aribag duplo, traz direção com assistência elétrica; ar-condicionado; coluna de direção ajustável em altura e profundidade; controlador de velocidade (piloto automático); rádio AM/FM com reprodutor de CD/MP3/WMA e quatro alto-falantes; computador de bordo com dados da condução; chave canivete; vidros elétricos nas quatro portas; volante multifuncional; bancos traseiros rebatíveis; retrovisores externos com comandos elétricos; sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis e rodas de liga leve aro 16, entre outros.

+ Elantra 2.0 Nu "Special Edition": R$ 103.990
Acrescenta ao pacote anterior: bancos, acabamento das portas e alavanca de câmbio em couro; botão de partida; regulagem elétrica do banco do motorista; sensor de estacionamento dianteiro e traseiro com câmera de ré; central multimídia com tela tátil, rádio integrado, leitor de MP3, entradas auxiliar e USB, conexão Bluetooth e GPS com seis alto-falantes; display em LCD de 3,5 polegadas no painel de instrumentos; sensor de chuva e crepuscular; molduras dos vidros e detalhes externos cromados; retrovisores externos com repetidores de seta em LED e airbags laterais e de cortina (totalizando seis).

+ Elantra 2.0 Nu "Top": R$ 114.990
Por fim, a versão de topo adiciona controle de tração e estabilidade (EBD e ESP); detector de ponto cego; display de 4,2 polegadas no cluster; pedais personalizados; rede no porta-malas; três modos de condução (smart, Eco e Sport); teto solar elétrico; farol alto inteligente (que reduz o facho quando detecta outro carro à frente); faróis de xenôn; rebatimento elétrico dos retrovisores.

Divulgação
Apesar das novidades em equipamentos, interior do sedã ainda é relativamente simples Imagem: Divulgação

O motor é sempre o 2.0 Nu, também utilizado pelas versões mais caras do Creta -- no sedã, são 167 cv e 20,6 kgfm de torque com etanol (157 cv e 19,6 kgfm com gasolina). O câmbio é sempre automático de seis marchas.

Entre os destaques está a boa distância entre-eixos, de 2,70 m (o mesmo que o de um Toyota Corolla), número que deixou o porta-malas acanhado (apenas 407 litros).

Divulgação
Este é um dos ângulos mais bonitos do Elantra; lanternas em LED são exclusivas da versão "Top" Imagem: Divulgação

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo