Testes e lançamentos

Hyundai quer brigar pelo topo do mercado de SUVs com Creta a R$ 72.990

Rodrigo Mora/Folhapress
Creta será oferecido em versões com motor 1.6 ou 2.0, e transmissão manual ou automática Imagem: Rodrigo Mora/Folhapress

André Deliberato

Do UOL, em Florianópolis (SC)

05/12/2016 14h58

Jipinho chega em janeiro para incomodar líderes; veja versões e preços

A Hyundai anunciou nesta segunda-feira (5) todos os preços do Creta, SUV compacto recém-mostrado no Salão do Automóvel de São Paulo e que chega ao mercado na segunda quinzena de janeiro, a fim de bagunçar o mercado e incomodar a vida de Honda HR-V e Jeep Renegade.

O modelo quer causar o mesmo impacto que o coirmão HB20 -- com quem partilhará linha de montagem em Piracicaba (SP) -- provocou em 2012. Para isso a estratégia de preços será agressiva, com a versão mais barata oferecida em varejo, R$ 72.990, sendo oferecida na configuração 1.6 com transmissão manual de seis marchas.

Confira a lista completa de versões preços:

+Creta Attitude 1.6 AT6: R$ 69.990*
+Creta Attitude 1.6 MT6: R$ 72.990
+Creta Pulse 1.6 MT6: R$ 78.290
+Creta Pulse 1.6 AT6: R$ 85.240
+Creta Pulse 2.0 AT6: R$ 92.490
+Creta Prestige 2.0 AT6: R$ 99.490

*Versão oferecida somente em plano especial para PCD (pessoa com deficiência).

Como comparação, o próprio HR-V não é encontrado hoje nas concessionárias por menos de R$ 79.900. Segundo executivos da fabricante, a etiqueta atraente vai ajudar, mas não será o fator fundamental para alcançar a meta mensal de 3 mil emplacamentos, o que o colocaria em terceiro no ranking de mais vendidos do segmento, não muito atrás do Renegade.

"O preço é importante, mas este segmento não é tão sensível a esse fator. O foco será na fidelização do cliente, com garantia maior [cinco anos, tal qual o HB20] e mais opções de motorização", disse Rodolfo Stopa, gerente de produto da Hyundai Motor Brasil.

O Creta será oferecido em 200 concessionárias da HMB e também da Caoa (importadora oficial da marca no país) exclusivas para a Hyundai, tal qual já acontece com o HB20. Os diretores estimam que 85% das comercializações serão nas configurações 1.6 ou 2.0 automáticas.

UOL Carros deu um giro pelo Creta no Salão de SP; assista

O que cada versão tem

De série o Creta Attitude vai trazer: chave canivete; alarme; travas e vidros elétricos; direção elétrica com ajuste de altura e profundidade do volante; start-stop (desligamento automático do motor em paradas breves); ar-condicionado manual; quadro de instrumentos com computador de bordo; sistema de rádio AM/FM com Bluetooth, entradas USB e Aux. e comandos de áudio no volante; banco do motorista com regulagem de altura; alerta de cinto de segurança para motorista e passageiro da frente; rodas de liga leve aro 16; barras longitudinais de teto; sistema de monitoramento de pressão dos pneus; manopla do câmbio revestida em couro; e ganchos de fixação para cadeirinhas infantis na fileira traseira.

A versão intermediária Pulse 1.6 MT acrescenta: faróis de neblina; controles de estabilidade e tração; assistente de partida em rampas; sinalização de frenagem emergencial; sensores traseiros de estacionamento; acabamento em tecido na guarnição das portas; e apoia-braços central e das portas em couro. A Pulso 1.6 AT inclui, além do câmbio automático de seis marchas: rodas aro 17 com acabamento diamantado; grade frontal cromada; e controle de cruzeiro com comandos no volante.

Na Pulse 2.0 AT o Creta trará ainda: faróis com projetores, luzes de posição em LED e assistência de mudança de facho em curvas; luzes diurnas em LED; vidros elétricos com função um-toque e antiesmagamento, e abertura e fechamento pela chave; e saída de ar traseira.    

Por fim, a versão Prestige terá como equipamentos exclusivos: partida do motor por botão; airbags laterais e de cortina; computador de bordo digital com comandos de ajustes do veículo; ar-condicionado automático digital; retrovisores externos rebatíveis eletricamente; acendimento automático dos faróis; central multimídia BlueMedia, com tela tátil de 7 polegadas e projeção de celulares via CarPlay/Android Auto; navegador GPS; câmera de ré com gráfico dinâmico; bancos em couro marrom e com ventilação para o motorista; painel com faixas bicolores em preto e marrom; e volante revestido em couro.

Hyundai Creta pode desbancar o Honda HR-V?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

Motorização

Informações sobre plataforma e trem-de-força já haviam sido antecipadas por UOL Carros no Salão de São Paulo: o Creta usará a base do Elantra e compartilhará a motorização 2.0 do sedã médio para as versões de topo, usando o propulsor 1.6 do HB20 nas de entrada.

O motor Gamma 4-cilindros de 1,6 litro foi recalibrado para chegar a 130 cv de potência (ganho de 2 cv) e 16,5 kgfm de torque com etanol. Tem bloco e cabeçote em alumínio e promete fazer 11,7/10,4 km/l no respectivo ciclo estrada/cidade com gasolina.

Já a unidade de 2 litros, também 4-cilindros, porém da família Nu, está preparado para ser bicombustível e renderá 166 cv e 20,5 kgfm com etanol. Será uma das opções mais fortes do segmento, perdendo apenas para o Peugeot 2008 1.6 THP (173 cv) e para o Renegade diesel (170 cv).

Caixas de câmbio já são conhecidas do HB20: manual ou automática, sempre com seis velocidades.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo