Carros

Novo Civic perde bumbum, mas poderia achar caminho do Brasil

André Deliberato

Do UOL, em Genebra (Suíça)

Novo passo para a linha do Honda Civic foi dado no Salão de Genebra com a apresentação do Civic Hatchback Prototype, conceito que antecipa a oitava geração do dois-volumes, agora unificada em estilo e equipamentos ao sedã (este, na décima geração).

Um modelo real deve surgir apenas no Salão de Paris, em setembro, e opções de trem-de-força ainda não foram definidas, de acordo com a marca. É natural, porém, que o motor 1.5 turbo a gasolina utilizado pelo Civic maior seja usado também no Civic mais curto. Motores diesel devem surgir na Europa.

Fabricado no Reino Unido, local de onde será exportado para o resto do mundo, o Civic de dois volumes chega às lojas da Europa no começo de 2017. Logo depois será exportado aos Estados Unidos, como modelo global.

De acordo com a Honda do Brasil, não há planos para sua importação. Desta vez, porém, segue a esperança de que "global" signifique... global. O mercado que conta com Golf, Focus, i30 e que receberá o novo Cruze em breve ficaria melhor com a concorrência do carro da Honda. 

Como ele é

A frente do protótipo tem o mesmo desenho da configuração sedã, com faróis de LED ligados por barras cromadas e  para-choques com formato esportivo.

Atrás, as lanternas em forma de bumerangue (como no sedã) são ligadas por um aerofólio, que deve continuar no carro real, sobretudo em versões esportivas.

O hatch também deverá contar com inovações do sedã, como o sistema de vetorização de torque em curvas (orienta individualmente a rotação das rodas traseiras em situações específicas para manter o carro na trajetória), frenagem de emergência, além de controles eletrônicos de tração e estabilidade.

Viagem a convite da Audi do Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo