Carros

Três anos depois, HB20 muda; 1.6 traz câmbio de seis marchas

Do UOL, em Atibaia (SP)

22/09/2015 00h01

Em 2012, três modelos pregaram mudança e revolucionaram o segmento de carros compactos no Brasil: Hyundai HB20, Toyota Etios e Chevrolet Onix apostaram (cada um a seu modo) em conjunto mecânico mais avançado, comportamento eficiente e bom pacote de equipamentos para desbancar o até então "eterno" Volkswagen Gol. Para seguir agradando, a marca coreana antecipa o ciclo e reestiliza o modelo com apenas 36 meses de mercado.

Nesta segunda (21) e terça-feira (22), a Hyundai apresenta o Novo HB20, que já está sendo fabricado em Piracicaba (SP) e chega às lojas do país no próximo dia 10 de outubro, quando o hatchback completa seu terceiro aniversário. Sedã (HB20S) e versão aventureira (HB20X) modificados ficarão para depois.

Se o visual já foi revelado, os preços só serão divulgados no decorrer do dia. A estratégia, porém, é manter a versão mais básica com alterações menores e valores bem próximos aos iniciais R$ 37.995 cobrados atualmente pelo 1.0 Comfort (três cilindros, 80 cavalos com etanol e câmbio manual). Muda mais o HB20 1.6, mas com isso o patamar de preços deve se elevar para além dos R$ 48.595.

De acordo com executivos da marca, o objetivo é segurar o nível atual de vendas, mantendo o modelo "fresco" e atraente ao consumidor. A estratégia utilizada desde o lançamento fez com que o carro sempre tivesse alguma versão especial, garantindo as vendas: enquanto o mercado cai 20% em média desde janeiro, o HB20 perdeu apenas 5% em suas entregas. Em oito meses fechados pelo balanço da Fenabrave (entidade que reúne os lojistas do país), o modelo é o terceiro carro de passeio mais emplacado do país, com 69.979 unidades. À frente, apenas Chevrolet Onix (77.513) e o líder Palio (dois carros, de fato, com Palio Fire e Novo Palio somando 83.326 unidades). Todos deixam para trás Ford Ka (62.078), Gol (agora apenas o quinto, com 57.986) e Fiat Uno (56.857).      

Murilo Góes/UOL
Cabine ganha opção de couro marrom, ar digital e sistema integrado a smartphones Imagem: Murilo Góes/UOL

Muda o quê?

Este facelift do HB20 acompanha linhas apresentadas pelo conceito R-Spec durante o Salão do Automóvel de São Paulo de 2014. Na prática, o carro se alinha à escola "Escultura Fluida 2.0" e a modelos como os novos i30, ix35 e Santa Fe (estes importados da Coreia do Sul pelo grupo Caoa). A frente agora traz grade hexagonal tamanho extra-grande, que substitui tanto a pequena grade quanto a tomada de ar do para-choque. Na prática, este desenho já era adotado por HB20X e séries especiais como a recente Spicy. Em configurações mais caras, a nova grade é contornada por moldura cromada.

Versões mais completas também recebem conjunto óptico modificado, com projetores de luz e guia de luz de LED, que novamente fazem o HB20 ser confundido um mini-i30. Ou o contrário, fazendo do carro médio um maxi-HB20. As lanternas da versões superiores também mudam e oferecem elementos tridimensionais (Clear Type), ainda que sem uso de LED.  

Atendendo a pedidos, o sistema de entretenimento evolui e passa a conversar com smartphones através das interfaces Car Link (Android) e CarPlay (Apple). Os carros vistos há pouco contavam ainda com belo revestimento de couro marrom, rodas de 15 polegadas com novo desenho, sistema de ar-condicionado automático e digital, bem como retrovisores elétricos rebatíveis e airbags laterais. Todos são itens opcionais. 

No 1.6 (de quatro cilindros e 128 cv com etanol), há ainda a adoção de câmbio com seis marchas, tanto manual quanto automático. É mais uma influência do irmão maior i30, que visa corte de consumo, aumento de performance e, claro, reduzir a diferença para a GM e seu Onix, até então único do segmento com esta opção de câmbio.

Além de preços nesta terça, UOL Carros trará em momento hábil suas impressões sobre o novo modelo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo