Topo

Carros

Chevrolet S10 mostra quatro versões contra novas rivais

Divulgação
Os novos membros da família S10: High Country, versão de topo; Freeride, intermediária; Advantage, série de cabine dupla de entrada; e Chassi Cab, totalmente utilitária Imagem: Divulgação

Leonardo Felix

Colaboração para o UOL, em Indaiatuba (SP)

07/07/2015 11h41

A GM do Brasil se arma contra a crise do setor automotivo e a chegada de duas novas concorrentes no mercado de picapes, a Renault Duster Oroch e um inédito modelo compacto-médio da Fiat, com quatro novas versões para a linha 2016 da líder S10.

Primeiro, a fabricante quer surfar a onda premium, que garante vendas, mesmo que o segmento básico venda pouco: para isso, vai tornar real a partir deste mês a versão de topo High Country, mostrada como conceito no Salão de São Paulo 2014 e que dá um toque de luxo ao modelo, por R$ 163.800.

Divulgação
Interior é semelhante ao do Trailblazer, porém com uso de cores mais escuras nos bancos e painel, além de coluna central em preto brilhante Imagem: Divulgação
A versão promove uma série de estreias na picape: a cor vermelha, pouco usual entre veículos utilitários; o pacote de equipamentos com itens de série como santantônio, caçamba coberta por capota marítima, rodas de liga leve aro 18 com pintura exclusiva em dois tons, lanternas traseiras de LED, proteção de para-choque dianteiro e racks de teto; decoração com grade cinza e bordas prateadas, faixa cromada na linha de cintura, faróis escurecidos e emblemas da versão.

Sempre construída com cabine dupla, a versão recebe acabamento semelhante ao do SUV Trailblazer no habitáculo: bancos de couro em tom duplo, coluna central destacada em preto brilhante no painel, ar-condicionado automático digital e sistema multimídia MyLink conectado ao celular e com câmera de ré.

A motorização será a mais forte da gama: 2.8 turbodiesel, de 200 cv de potência e 51 kgfm de torque, tração integral e seletor eletrônico. O câmbio é sempre automático de seis machas. Assistências como controles de estabilidade e cruzeiro, e ajuste elétrico dos bancos ajudam a aumentar o conforto.

UOL Carros participa de test-drive com ela nesta terça-feira (7) e publicará em breve suas primeiras impressões. 

Divulgação
S10 High Country será voltada a público do agronegócio que busca conforto Imagem: Divulgação

Freeride, uma S10 mais urbana

Também para julho, a Chevrolet promete levar às concessionárias a S10 Freeride, versão intermediária de R$ 95.340 baseada na LT. Esta é voltada ao público mais jovem e urbano: usa o motor 2.5 EconoFlex, de 197/206 cv e 26,3/27,3 kgfm (gasolina/etanol), aliado a câmbio manual de seis marchas.

A S10 Freeride agrega ainda a central MyLink, santantônio, câmera de ré e fechamento automático dos vidros por comandos da chave. 

Divulgação
Adesivos laterais decorativos ajudam a dar pegada mais jovem à versão Freeride Imagem: Divulgação

Reforços contra Renault e Fiat

Se as duas versões anteriores visam a expandir o público-alvo, entre agosto e setembro chegarão outras duas com valor de etiqueta menor (preços ainda são segredo) e pegada mais utilitária. É uma clara estratégia de defesa contra a chegada de Duster Oroch e da picape da Fiat.

Devido ao porte menor, as novas concorrentes estarão posicionadas entre R$ 60 mil e R$ 70 mil, o que pode atrair muitos clientes das versões mais básicas da S10. "É óbvio que elas vão impactar as vendas de todos. Cabe a cada se mexer para defender seu produto", admitiu a UOL Carros Samuel Russell, diretor de marketing da companhia.

O executivo não quis fazer futurologia sobre o mercado, mas garantiu: ter preço competitivo será fundamental.

Este é o objetivo da versão Chassi Cab, desprovida de caçamba e que poderá ser usada para adaptar equipamentos para food trucks, ambulâncias, bombeiro e guinchos, entre outros. Para ela estão reservados os motores 2.4 flex e 2.8 turbodiesel. Já a S10 Advantage, programada para ficar no mercado por um ano, será focada no custo-benefício: terá cabine dupla (assim como as futuras rivais), tração traseira e o conhecido motor 2.4 FlexPower de 141/147 cv e 22,3/24,1 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas. As rodas serão de 16 polegadas com calota e haverá apenas três cores: branco, prata e cinza. 

Mais Carros