Carros

Nissan Kicks promete chegar com preço menor que o do EcoSport

Murilo Góes/UOL
Nissan Kicks de produção deverá ser revelado até o final deste ano e chega em 2016 Imagem: Murilo Góes/UOL

André Deliberato

Do UOL, em Le Mans (França)

17/06/2015 18h22

A Nissan diz ser a responsável pelo surgimento dos crossovers pelo mundo. "Crossover" é termo utilizado na indústria do automóvel para identificar um carro que mescle características de dois segmentos diferentes -- por exemplo, um modelo que tenha estilo e funcionalidade de utilitário e desenho de hatch.

O Qashqai, um dos carros que a marca deve vender no Brasil até 2016, foi o "primeiro crossover da história", diz a empresa. Desde a primeira geração, une desenho e espaço de SUV à proposta urbana e dirigibilidade de sedã/station.

A bola da vez está no segmento dos compactos, e a marca tem sua aposta colocada à mesa desde o último Salão de São Paulo, em outubro passado: o Kicks. O modelo de produção deve surgir até o final deste ano e se tornar real em 2016. Sua produção deve acontecer no Brasil e no México.

Já há uma certeza: o preço da versão de entrada será menor que o do Ford EcoSport inicial. "A Nissan tem como costume oferecer produtos mais baratos e tão bem equipados quanto os principais modelos de cada categoria", afirmou um dos executivos da fabricante. Espere por uma etiqueta inicial de cerca de R$ 60 mil.

Ficou para trás

Os mais fanáticos, portanto, agora devem se perguntar: se a Nissan foi mesmo a empresa que criou os crossovers, como ela pode ficar de fora de um mercado como o brasileiro, que sofre queda no geral, mas está totalmente aquecido no segmento de suvinhos? Em outras palavras: por que o Kicks ainda não foi lançado?

"Estamos fora porque ainda precisamos nos estabelecer no país antes de mostrar nossa força. Se já estivéssemos com os 5% do mercado local que planejamos ter, seria mais fácil". Estas foram as palavras de Roel de Vries, vice-presidente mundial de marketing da Nissan, durante papo com UOL Carros em Le Mans.

"Sabemos da relevância do Brasil no segmento de crossovers, atualmente o mais importante para a Nissan. Mas não podemos chegar de uma vez, é preciso nos fortalecer -- lojas, setor de peças e atendimento -- antes de entrarmos com um carro de volume nessa categoria", avisa o executivo.

"É por isso que pretendemos chamar a atenção dos clientes com nossos carros maiores [Juke, Qashqai e X-Trail] para consolidar a imagem da marca. Aí sim, depois, entramos no segmento onde hoje o EcoSport é líder", completou.

Divulgação
Novo Qashqai será feito no Reino Unido, talvez no México, e chega ao Brasil até 2016 Imagem: Divulgação

Kicks mais barato que Eco

Ao ser informado por UOL Carros de que o EcoSport não é mais o líder do segmento, nem em vendas acumuladas -- o Honda HR-V deve ultrapassá-lo ainda este mês --, de Vries se mostrou surpreso, mas confiante. "O Kicks é um conceito que vocês devem levar muito a sério, pois é um protótipo com intenções reais. O retorno que tivemos depois de apresentá-lo em São Paulo foi muito bom. As coisas ainda podem mudar, mas ele deve ser este carro de volume que precisamos."

Newspress
Juke vai ter vida curta no Brasil, pois não terá nova geração; Kicks será seu sucessor Imagem: Newspress

Juke tampão

O Juke deve mesmo ser um modelo-tampão: chega para "esquentar a cadeira" da Nissan entre SUVs compactos, mas com prazo certo para ser substituído pelo Kicks. Além disso, o modelo não deve mais ser feito no México, algo que havia sido cogitado há alguns anos pela imprensa especializada. Seu provável destino é aposentadoria: a Nissan sequer cogita produzir uma nova geração do modelo.

Quem deve ser produzido no país latino, visando também o mercado dos EUA, são os novos Qashqai e X-Trail. Dessa forma, os dois -- que serão importados junto com o Juke do Reino Unido para o Brasil -- também podem passar a vir do México num futuro breve, deixando os preços mais competitivos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo