Carros

BMW X1 ganha porte de SUV na 2ª geração... apesar do motor menor

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/06/2015 19h46

Sete anos após o lançamento global, o BMW X1 está prestes a estrear sua segunda geração. Maior, o modelo finalmente ganha porte de SUV -- antes era um crossover de hatch e station wagon --, ainda que parte das novas motorizações de menor volume vá deixar puristas insatisfeitos. Por outro lado, a tração traseira será aposentada, pelo menos nas versões convencionais: o modelo 2016 usa a mesma plataforma do Série 2 Active Tourer e mecânica dos novos Mini Cooper e Série 1.  

Rodando com disfarce até mesmo no Brasil desde o começo do ano, o novo X1 será lançado no Salão de Frankfurt 2015, em setembro. As primeiras imagens, divulgadas pela BMW na terça-feira (2), mostram que o modelo se inspira no X3. A atual geração, que é montada (regime de CKD) em Araquari (SC) desde dezembro de 2014, tem visual alinhado ao Série 1 e usa motor 2.0 turboflex com potência de 186 a 248 cavalos, com preços de R$ 137.950 a R$ 183.950.

Ainda não há detalhes sobre os valores da nova geração, mas a fabricante aponta que o X1 cresceu: terá 4,43 m contra 4,38 m do atual. A posição do motorista também foi elevada e há mais espaço interno, sobretudo para os joelhos à frente e também no banco traseiro. O porta-malas foi ampliado de 420 para 505 litros.

Menos é mais

Junto com a revelação do visual, a BMW também informou quais serão as novas motorizações do X1 para a Europa. De Mini e Série 1, o modelo herda as opções de motores menores, bem como a tração dianteira. O 1.5 turbo, de três cilindros, do Mini Cooper equipará as versões de entrada sDrive16d e sDrive 18i, com, respectivamente, 116 cv e 136 cv. Tudo em nome da eficiência.

Acima deles, haverá a linha de quatro cilindros com turbo, em quatro configurações: 2.0 a gasolina de 192 cv e 28,5 kgfm ou 231 cv e 35,7 kgfm; e 2.0 a diesel com 150 cv e 33,6 kgfm ou 190 cv e 40,8 kgfm. Na configuração topo de gama, o sistema xDrive garante tração integral conforme a demanda, que faz a leitura das condições de condução e distribui o torque automaticamente entre as rodas dianteiras e traseiras. O câmbio pode ser manual (seis marchas) ou automático (oito).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo