Carros

Novo DS3 tem menos recheio e mais versões para seguir a R$ 79.900

Murilo Góes/UOL
Para ter DS3 mais completo, com LEDs no farol, pague R$ 89.880 Imagem: Murilo Góes/UOL

Leonardo Felix

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

16/10/2014 20h25

Mesmo não chegando como nova geração, o DS3 2015 foi um dos orgulhos da Citroën no Salão de Paris. Lá, o motivo para tanto destaque foi que a divisão de prestígio DS virou uma marca à parte no grupo, com vistas principalmente ao crescente mercado por produtos diferenciados na China e em outros mercados emergentes, como o Brasil. E o DS3 é o carro-chefe desta divisão.

No Salão do Automóvel de São Paulo, que abre suas portas ao público entre 30 de outubro e 9 de novembro, o novo DS3 também será a grande estrela da montadora francesa. Mas há diferenças: sem ter outra novidade para o mercado brasileiro, a Citroën quer bombar as vendas do hatch cult/esportivo a qualquer custo. A meta, com o modelo 2015, é chegar a 400 unidades vendidas ao ano. O curioso é atualmente o DS3 sofre para entregar 300 unidades -- seria um salto de mais de 30% e uma mudança total de atitude.

O primeiro passo na mudança está na criação de versões -- com um lado bom e outro bem ruim. O preço inicial segue sendo de R$ 79.900, o mesmo do lançamento do carro em 2012. Agora, porém, este avlor coloca na garagem uma versão mais simples do DS3. O carro mais recheado e que tem até os novos faróis Full LED com setas fluidas sobe a R$ 86.990. Vamos aos detalhes:

- Citroën DS3 2015: R$ 79.900
Está equipado com rodas diamantadas de 17 polegadas; seis airbags; controle eletrônico de estabilidade; faróis de neblina; luz diurna em LED; limitador de velocidade; retrovisor externo com ajuste elétrico; ar-condicionado digital; sistema multimídia com rádio, CD Player, MP3, Bluetooth e entrada USB; e detecção de pressão baixa dos pneus, como no modelo anterior. Tem ainda a adição do controle de frenagem automática anticolisão a até 30 km/h e lanternas traseiras com efeito 3D.

- Citroën DS3 Pack Confort 2015: R$ 85.890
Adiciona sensor traseiro de estacionamento; acendimento automático dos faróis, sensor de chuva e retrovisor interno antiofuscante; rebatimento elétrico dos retrovisores externos; apoio de braço central para os bancos dianteiros, e sistema de navegação GPS com tela central modernizada (colorida, de 7 polegadas,com efeitos em duas e três dimensões). Esta versão é mais parecida, em conteúdo, com o DS3 anterior.

- Citroën DS3 Pack Confort + Technologie 2015: R$ 89.880
Usa rodas diamantadas em tom preto e adiciona ao pacote anterior: câmera de ré; novo sistema de som com alto-falante na parte central do painel e subwoofer no porta-malas para reforço de graves; e, grande diferencial do novo DS3, conjunto óptico dianteiro Full LED.

Apenas essa tem, ainda, novas combinações de cores para carroceria e teto: Gris Aluminium (metalizado) + Bleu Infini; Bleu Encre (azul marinho metalizado) + Blanc Opale; Blanc Nacré (perolizado) + Bleu Infini; ou ainda Whisper (metalizado) + Blanc Opale.

As vendas começam logo após o fim do Salão de SP.

FAROL MODERNO? SÓ NO MAIS CARO
Durante apresentação do modelo à imprensa, na quarta-feira (15), a Citroën mostrou as novas tecnologias incluídas no DS3. A decepção é que várias só estarão disponíveis nas versões mais caras.

Murilo Góes/UOL
Conjunto óptico de LED tem seta fluida, que percorre a peça Imagem: Murilo Góes/UOL
O novo conjunto óptico alia canhões de xenônio a três projetores auxiliares de LED, e possuem ainda a tão comentada luz fluida de seta. Em vez de piscar e ter um módulo próprio, esta última passou a integrar a guia da luz de posição (em formato de anzol, que margeia o restante do conjunto), deslizando de uma ponta à outra quando é acionada. Mas para ter estes faróis, é preciso ter o DS3 mais caro.

Na parte traseira, a iluminação também está substancialmente modernizada, pois utilizada diodos e refletores para criar o já mencionado efeito tridimensional, dando mais beleza e profundidade. Esta lanterna está disponível para todos os novos DS3.

Embora o exterior ainda seja demasiadamente extravagante -- basta observar as barras cromadas, o amplo espaço para os vidros e a coluna B desconectada do teto, em formato de barbatana de tubarão --, algo comum em modelos da Citroën, o DS3 ficou um pouco menos poluído internamente. Já não há mais tantas quinquilharias, como apliques cromados e contrastes de cores. Pena que o revestimento em couro dos bancos seja opcional em todas as versões: custa R$ 2.900.

UOL Carros mostra seta fluida e mais luzes de Paris

MOTORIZAÇÃO 
Por baixo do capô, nada mudou: o motor continua a ser o THP 165, que gera 165 cavalos de potência e 24,5 kgfm de torque, que pode ser ampliado a 26,5 kgfm a partir da terceira marcha, graças à sobrepressão, ou overboost. Criado em parceria com a BMW, mas agora desenvolvido apenas pela PSA, ele possui quatro cilindros em linha, 16 válvulas, turbo e injeção direta. O câmbio também segue sendo o manual MCM, de seis marchas. Na Europa, há opções automática de seis marchas e automatizada de cinco, mas elas não estão nos planos imediatos para o país.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo