Carros

Jaguar aposta no XE contra Série 3 e Classe C

Reprodução
Imagem: Reprodução

André Deliberato

Do UOL, em Londres (Reino Unido)

08/09/2014 16h15Atualizada em 29/09/2014 19h26

O lançamento mais importante da Jaguar dos últimos anos, reuniu convidados VIP, alguns dos mais importantes fornecedores e a imprensa especializada do mundo inteiro (principalmente da China, um de seus maiores mercados) em Londres (Reino Unido), na segunda-feira (8), para mostrar o sedã XE, novo carro de entrada da marca.

O modelo começa a ser vendido oficialmente no início de 2015 na Europa e até meados do ano que vem no Brasil. Custará a partir de 27 mil libras no Reino Unido e de 35 mil euros no restante do continente europeu (cerca de R$ 100 mil em conversão direta para o real, sem considerar impostos e eventuais taxas de importação). Os preços nos mercados americanos para os quais será importado (incluindo o Brasil) ainda não foram definidos.

Além do evento inglês, o carro será exposto nos Salões de Paris (outubro) e São Paulo (entre outubro e novembro).

BRASILEIRO?
O XE chega ao Brasil no primeiro semestre do ano que vem, importado, tendo como objetivo atrair clientes de BMW Série 3, Mercedes-Benz Classe C, Audi A4 e Lexus IS -- entre outros sedãs médios do segmento premium.

Entre seus atrativos, além do fato de pertencer a uma das empresas mais requintadas do ramo, destacam-se a tecnologia embarcada e a modernidade de sua arquitetura.

Por ser um carro que terá o objetivo de vender em grande volume (para os padrões da Jaguar Land Rover, obviamente), o XE é fortíssimo candidato a ser fabricado no Brasil, juntamente com o SUV Discovery Sport, que será entregue em 2016. Facilita também o fato de ambos serem produzidos sobre a nova plataforma global da empresa, que é totalmente modular e capaz de entregar desde um sedã médio a um SUV de porte grande.

A Jaguar Land Rover ergue sua primeira fábrica brasileira na cidade de Itatiaia (RJ), anunciada no final do ano passado, e começa a produzir produtos nacionais somente em dois anos. O Range Rover Evoque é outro cotado, embora este não precise de tanto volume quanto os dois primeiros -- atualmente, corresponde a praticamente toda a cota de importação que o Inovar-Auto permite à empresa trazer de fora do país, mas pode ser pouco a pouco substituído pelos dois primeiros. A sede fluminense pretende produzir 24 mil carros anualmente.

Divulgação
Esqueça o XF e o Range Rover da foto: Discovery Sport e XE serão os nacionais Imagem: Divulgação
COMO É O XE
Fabricado sobre uma plataforma modular global (a mesma do Discovery Sport), o carro possui chassi de alumínio (cerca de 75% da carroceria é feita com este material; os outros 25% são de aço e ferro) e o máximo de tecnologia e segurança (ativa e passiva) disponível em um modelo da marca, mesmo sendo a opção mais barata de toda a gama. "Este é o Jaguar mais estável e tecnológico já produzido", garante Nick Miller, engenheiro-chefe do projeto.

Entre os equipamentos de segurança estão o controle de cruzeiro adaptativo; sistema inteligente de frenagem de emergência; detector de tráfego traseiro (para situações em que o carro estiver estacionado em vagas longitudinais) e diversos sensores de ponto cego. A empresa ainda não revelou o tamanho do carro, mas confirmou o volume do porta-malas: 455 litros.

Entre os itens de tecnológicos, além do básico visto em modelos desta categoria, estão câmeras para auxílio de estacionamento frontal, lateral e traseira; direção elétrica; head-up display com luzes a laser; sistema de som da inglesa Meridian de última geração; conectividade com iOS, Android; sistema de internet móvel espalhada por wifi (é possível fazer do XE um roteador); sistema InControl (aplicativo para configurações específicas do carro via celular -- dá para ligar o ar-condicionado, o próprio motor e escolher uma música do lado de fora do veículo, além de poder travá-lo e destravá-lo, por exemplo); e conexão via Bluetooth, USB e audio streaming.


MOTORES E CÂMBIOS
O XE será equipado, neste primeiro momento, com dois tipos de motores e duas opções de transmissão. Entre propulsores, um novo 2.0 turbodiesel e um V6 3.0 a gasolina, de 340 cv de potência e 45,9 kgfm de torque, com compressor (o mesmo utilizado pelas versões mais básicas do XF, XJ e F-Type). Entre os tipos de câmbio, a marca oferece uma caixa manual de seis marchas (primeiro câmbio manual da empresa desde 2009) e uma automática de oito velocidades (a mesma de outros carros da empresa, que é fabricada pela empresa alemã ZF). UOL Carros questionou Paul Whitwood, engenheiro-chefe de powertrain da Jaguar Land Rover, o motivo pelo qual a marca não optou pela transmissão de nove marchas (já utilizada pelo Evoque). Whitwood afirmou que foi por um simples problema de encaixe. "O Evoque tem motor quatro-cilindros transversal, enquanto o XE usa um V6 longitudinal. Ainda não foi possível encaixar o novo câmbio a este propulsor maior", contou.

O Jaguar XE que será vendido no Brasil (incluindo o importado, em 2015) usará somente o motor V6 e o câmbio automático. Whitwood também confirmou que a marca fará uma fábrica de motores na China. Perguntado sobre uma produção do conjunto mecânico no Brasil, o executivo foi categórico: "Ao contrário das transmissões, que são menores, custaria muito caro importar esses motores até o Brasil. Como já expandimos a produção para a China, fica mais fácil levar a fábrica de powertrain para outros lugares". No Brasil, desde 2013, um automóvel precisa atingir 65% ou mais no índice de nacionalização para não pagar IPI maior.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo