Carros

Land Rover anuncia fábrica em Itatiaia, no Rio de Janeiro

Divulgação
Cúpula da Jaguar Land Rover e autoridades do governo do RJ assinaram termo para construção da fábrica Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/12/2013 15h26Atualizada em 05/12/2013 16h06

A Jaguar Land Rover, empresa inglesa que atualmente pertence ao grupo indiano Tata, fechou acordo com o estado do Rio de Janeiro para construir sua primeira fábrica no Brasil. A cidade escolhida foi Itatiaia, próximo à divisa com o estado de São Paulo, área típica de pólos industriais (MAN, Volkswagen, PSA Peugeot Citroën e Nissan são outras montadoras com fábricas na região). O investimento será de aproximadamente R$ 750 milhões (240 milhões de libras esterlinas).

De acordo com a marca, a sede terá capacidade para produzir 24.000 carros por ano e empregará, inicialmente, 400 pessoas. Os primeiros veículos surgem em 2016. A fabricante, porém, não confirmou quais modelos serão nacionalizados.

PRIMEIRA BRITÂNICA
A Jaguar Land Rover será a primeira empresa britânica a abrir uma fábrica no Brasil. O objetivo principal é abastecer mercados sul-americanos e beneficiar, principalmente, a filial brasileira, que sofre como qualquer outra importadora desde que o governo brasileiro anunciou o programa Inovar-Auto. Segundo Ralf Speth, CEO da Jaguar Land Rover, "o Brasil e suas regiões vizinhas são muito importantes para a montadora, e há clientes com interesse em produtos premium de alta capacidade".

Sérgio Cabral, governador do Rio de Janeiro,  também comentou: "A escolha do Rio para sediar uma fábrica tão importante é outro feito histórico para nosso estado. Oferecemos condições perfeitas para a empresa, já que temos um centro na região sul-fluminense que concentra mão de obra qualificada e fornecedores importantes".

  • Divulgação

    Autoridades do RJ e diretores da Land Rover dão as mãos no dia da assinatura do termo

INOVAR-AUTO
A construção da unidade terá início em meados de 2014, mas o anúncio desta quinta-feira passa a ajudar a partir de agora as vendas da marca no país, já que o programa Inovar-Auto prevê desconto na alíquota do IPI para fabricantes que se propuserem a construir automóveis no Brasil.

Recentemente, Audi, BMW e Mercedes-Benz anunciaram fábrica no país. A Audi fará o A3 Sedan e o SUV compacto Q3 na sede da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR), que será ampliada. A BMW já constrói sua planta em Araquari (SC), mas ainda não disse quais serão os modelos tropicalizados. Por fim, a Mercedes escolheu Iracemápolis (SP) para fazer o novo C e o GLA

Apesar dos anúncios, a chance de os preços dos automóveis nacionalizados caírem é pequena. A BMW avisou que precisará "importar tecnologia para fabricar carros de qualidade". O CEO da Mercedes, Philipp Schiemer, informou que os custos para a construção de uma fábrica serão diluídos nos preços de seus automóveis, e que por isso os preços se manterão estáveis, com poucas chances de queda.

Resta saber quais serão os modelos da Jaguar Land Rover feitos aqui e quais as chances de eles custarem menos. Veja quais são os possíveis candidatos:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo