Carros

BMW promete carros nacionais já para o ano que vem

Divulgação
Governador de SC avisa que BMW em seu Estado é uma "conquista dos catarineses" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/04/2013 13h43

A BMW e o governo de Santa Catarina assinaram nesta segunda-feira (8) o protocolo de intenções para a instalação da fábrica de carros da marca alemã em Araquari, na região norte do Estado. Arturo Piñero, novo presidente da filial brasileira da BMW, disse que até o final de 2014 os primeiros carros "germano-catarinenses" já estarão circulando nas ruas brasileiras.

Não há informação oficial sobre quais modelos serão fabricado em Araquari, mas a aposta recai sobre os carros menores e mais "baratos" da marca bávara, capazes de vender em volumes mais altos -- como a gama Série 1, cujo carro de entrada, o hatch 116i, é importado e custa hoje cerca de R$ 90 mil; e o crossover compacto X1, bom de vendas no país. A gama média, representada pela Série 3, também pode estar nos planos locais. A capacidade da fábrica é de 30 mil carros/ano. A Car and Driver crava que a gama vai do 1 ao 3.

A construção da fábrica nacional da BMW é uma resposta ao Inovar-Auto, regime automotivo que impõe condições de nacionalização para que as montadoras gozem de benefícios fiscais e possam importar um número maior de carros anualmente. Entre as marcas premium, a Audi já estuda aproveitar instalações da Volkswagen no Brasil, e a Mercedes-Benz aguarda para eventualmente dobrar a aposta.

É MUITO PIB
"Além da primeira fábrica da BMW na América Latina, também comemoramos a capacidade de trabalho de Santa Catarina e o acerto do governo federal ao criar um [novo] modelo automobilístico", disse o ministro Fernando Pimentel, do Desenvolvimento Econômico e Comércio Exterior, durante pronunciamento na cerimônia -- puxando a brasa para a sardinha do governo de Dilma Rousseff, sob o qual operou-se toda a implementação do Inovar-Auto. No período, oito montadoras anunciaram novas fábricas no Brasil, ou a ampliação de já existentes. 

"O setor automotivo representa cerca de 20% do PIB brasileiro, e com a BMW em Santa Catarina o Estado vai se destacar com muita força e qualidade nessa área tão competitiva", disse o governador Raimundo Colombo, que também participou da cerimônia de assinatura. Paraná e Rio Grande do Sul, que completam a região Sul do Brasil, já têm polos automotivos em seus territórios.

Segundo Pimentel, a fábrica da BMW deve gerar arrecadação de R$ 2 bilhões por ano para o governo catarinense, bem como mil empregos diretos e cerca de 5.000 indiretos. O investimento da marca bávara é de cerca de 200 milhões de euros (cerca de R$ 540 milhões).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo