Carros

BMW 320i flex e turbo chega ainda em 2013; preço oficial é de R$ 129.950

Fernando Calmon

Colunista do UOL

01/11/2013 19h12Atualizada em 04/11/2013 16h19

Carros avistados, estratégia traçada. A BMW apresenta nos próximos dias o primeiro motor turboflex do mundo capaz de utilizar etanol puro (E100). Modelo será o 320i, por enquanto importado da Alemanha e a ser produzido em Araquari (SC), no início de 2015. O preço oficial foi apresentado nesta segunda-feira (4): R$ 129.950 -- este é exatamente o valor da versão mais básica existente até então.

Ainda assim, conforme informado na última semana, o valor de mercado após algum tempo pode ser reajustado para algo mais próximo dos R$ 120 mil, com promoções ou mesmo revisão nas margens de lucro.

Além do 320i inicial, a motor turboflex estará presente também em mais dois pacotes: 320i GP ActiveFlex a R$ 143.950; e 320i Sport GP ActiveFlex por R$ 154.950. A configuração 328i segue com o antigo motor a gasolina, tanto na opção 2.0 de quatro cilindros, quanto na 3.0 com seis cilindros em linha (com preços de R$ 186.950 a R$ 289.950).

É BI
Solução técnica da fábrica alemã para o ActiveFlex será "segurar" a potência com etanol (que será idêntica à potência com gasolina, também mantida em segredo) em troca de um ganho expressivo em consumo. Assim, o motor segue gerando 184 cavalos independentemente do combustível utilizado.

Outros modelos, americanos e europeus, já tinham motor turboflex E85 (85% de etanol anidro e 15% de gasolina). Vencer a corrida para entregar um motor de alto rendimento que consumisse também nosso E100 (que representaria 100% etanol hidratado, mas que contém 5% de água em volume por especificação oficial) representa, sobretudo, vitória sobre as arquirrivais Mercedes-Benz e Volkswagen (Audi), que já haviam anunciado processos de adaptação de quatro-cilindros turbo a gasolina para solução bicombustível.

Vence-se também o mito de que um motor turboflex seria inviável pelo percentual de água no etanol e de que seria necessário termos aqui E85. E100 funciona, e funciona muito bem. No exterior, os 15% de gasolina existem para permitir partidas a frio abaixo de 10 °C negativos. Como não temos essas temperaturas aqui e como injeção direta dispensa sistema auxiliar de partida a frio (sem "tanquinho" ou pré-aquecimento elétrico) temos aqui um turboflex de verdade.

PREÇO BRASIL
Conforme noticiado por UOL Carros na quinta-feira (31 de outubro), a versão 320i, importada da Alemanha com motor quatro-cilindros a gasolina (2.0, turbo, de 184 cv e 27,5 kgfm de torque), era vendida por até R$ 132 mil. Tabela encontrada no site da BMW até a última sexta-feira (1º), no entanto, trazia preço básico mais baixo, de R$ 129.950.

Além disso, a tabela tabela Fipe aponta valor ainda menor em sua revisão de novembro, de R$ 119.484. É este o valor a ser considerado para um patamar estabilizado de preços após o lançamento e até para a futura versão nacional -- o sedã sairá da linha de produção nacional em Araquari (SC) até 2015. 

Sempre bom lembrar, em 2006 um 320 da geração anterior custava R$ 190.000...

  • Rodrigo Perini/UOL

    Por ora, 320i com motor turboflex será importado da Alemanha, mas preço já está definido e será mantido quando carro for fabricado na unidade da BMW em Araquari (SC)

  • Rodrigo Perini/UOL

ACTIVEFLEX
Flagrante do Série 3 ActiveFlex foi feito pelo leitor Rodrigo Perini, que avistou duas carretas com unidades do sedã rodando entre as cidades de Itajaí e Balneário Camboriú, em Santa Catarina, mesmo Estado da futura fábrica. 

Em duas imagens por ele enviadas, é possível ver claramente as inscrições 320i e ActiveFlex em emblemas na tampa traseira.

Segundo informações obtidas por UOL Carros, o projeto do motor flex -- agora confirmado como turboflex -- foi desenvolvido diretamente pela matriz da BMW, na Alemanha, e será mantido quando da nacionalização do modelo ao lado do hatch Série 1 e do crossover X1.

Pouco comentada, mas também acertada, é a decisão da BMW de fabricar também o Série 3 no Brasil. Ignorado a princípio, o sedã não apenas surge agora, como chega com papel de "carro-chefe" da marca. Não poderia ser diferente, já que a concorrente de Stuttgart já havia assumido a intenção de fazer por aqui o rival Mercedes-Benz Classe C, que chegará em nova geração a ser apresentada em 2014.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo