Carros

Com Mercedes, Iracemápolis recebe 12ª fábrica de carros e SUVs de SP

Ricardo Ribeiro

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

30/09/2013 16h27

O anúncio oficial sobre a fábrica da Mercedes-Benz em São Paulo será feito às 16h desta terça-feira (1/10) no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual. A assessoria da fabricante não confirma a cidade escolhida, mas avisa que, além dela, será anunciado o pacote completo: valor do investimento e carros a serem produzidos.

  • Divulgação

    Igreja Jesus Crucificado, em Iracemápolis (SP), futura sede da Mercedes em SP

O jornalista Fernando Calmon, colunista do UOL, cravou que a nova cidade-sede da Mercedes é Iracemápolis, na região de Limeira, interior de São Paulo (cerca de 150 km da capital). O pequeno município tem 22 mil habitantes (estimativa), é o 168º mais desenvolvido do Brasil segundo medição das Nações Unidas que avalia educação e saúde, entre outros dados (IDH Municipal).

UOL Carros procurou nesta segunda-feira (30) algumas autoridades de Iracemápolis, mas o clima é de mistério. O prefeito, Valmir Gonçalves de Almeida (PT), não quis dar entrevista, mas disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que o município assinou um termo de confidencialidade a respeito do tema, o que o impede de dar informações antes do pronunciamento da Mercedes.

A assessoria do prefeito também disse que a cidade não recebeu uma resposta formal da montadora, e que há outras duas cidades, Joinville (SC) e Salto (SP), na disputa pela fábrica. Ambas teriam assinado, também, documentos de sigilo. Por óbvio, a candidatura catarinense perdeu. De Salto, ninguém quis comentar o assunto com UOL Carros.  

"Ainda não fomos informados oficialmente da decisão e estamos na expectativa de que saia na terça. A construção da fábrica traria muitos benefícios para a cidade", afirma Donizete Aparecido Stein (PP), vereador e presidente da Câmara Municipal de Iracemápolis.

Com a chegada da Mercedes, o Estado de São Paulo passaria a contar com 12 fábricas de carros e utilitários leves (exclui caminhões, ônibus e partes), já em operação ou em fase de construção: além dela, há unidades de Volkswagen (São Bernardo e Taubaté), Ford (São Bernardo), General Motors (São Caetano e São José dos Campos), Honda (Sumaré e Itirapina), Toyota (Sorocaba e Indaiatuba), Hyundai (Piracicaba), Chery (Jacareí).

Com Redação

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo