Seu Automóvel

"Balada automotiva" reúne solteiros e famílias em busca de peças

Renata Turbiani

Colaboração para o UOL

12/08/2013 08h01

O que você faz entre 0h e 6h da manhã? Dorme? Trabalha? Sai para tomar um chope com os amigos? Pois tem muita gente que aproveita a madrugada para comprar peças e acessórios para o carro. No MercadoCar, espécie de supermercado automotivo que fica aberto 24 horas na Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo (SP), a cada  mês, cerca de 10 mil pessoas percorrem os corredores nas primeiras horas do dia atrás de itens como calota, pneu, bateria, equipamentos de som, tapete e óleo.

A comodidade é extremamente bem-vinda, especialmente para aqueles que trabalham o dia todo. Caso do oficial de ar-condicionado Ezequiel Rosa, de 31 anos, que circulava pela loja à 1h junto com a mulher, Élida Fróes Rosa, 27 anos e grávida de cinco meses, durante a visita de UOL Carros ao local, no último dia 3.

"Gosto de cuidar do carro, mas só consigo fazer isso nos finais de semana, e como aqui as filas no sábado e no domingo ficam enormes, este período acaba sendo o melhor”, diz o rapaz,  proprietário de um Fiat Uno e frequentador assíduo da loja. “Venho, pelo menos, quatro vezes por mês. Agora, comprei tapetes, calotas e uma lâmpada para o farol e gastei menos de R$ 150", acrescenta.

Quem também prefere fazer compras para o automóvel na madrugada é o bancário Milton Pereira de Oliveira, 46 anos. Ao lado da mulher Patrícia Vila Oliveira, 35, e da filha Caroline, 12, ele chegou ao MercadoCar por volta de 0h30 e levou para casa filtro de ar e aditivo para seu Ford New Fiesta. “Sempre venho neste horário por causa do trânsito e porque aqui tem tudo o que preciso, fora os preços mais baixos”, explica.

OUTRAS HISTÓRIAS

  • Murilo Góes/UOL

    As amigas Graciela Lima (à esquerda), e Verônica dos Santos eram "novatas" na madrugada: "Costumo vir durante o dia com o meu irmão, mas gostei da experiência. O atendimento é mais rápido e as filas menores", afirma Graciela.

  • Murilo Góes/UOL

    Nada para fazer nas primeiras horas do sábado? Os amigos Allan Tesori (à esquerda), Anderson Duarte e Leandro Domingos são assíduos na loja e aparecem só "para dar uma volta mesmo".

  • Murilo Góes/UOL

    O juiz Aparício Prado gosta das novidades que ajudam a manter a Harley em bom estado.

Outro madrugador é o auxiliar de farmácia Eduardo Almeida Lima Filho, 24. “Estava sem fazer nada em casa, então resolvi dar uma passada aqui para comprar calotas”, justifica às 2h.

Passear pela loja à noite também é corriqueiro para os amigos Allan Luis Tesori (técnico em mecânica, 28 anos), Leandro Manoel Domingos (mecânico, 30) e Anderson Rocha Duarte (operador de máquina, 34). Os três saíram do bairro de Interlagos, na Zona Sul, apenas para ver as novidades da loja.

“Venho muito aqui. Só está semana foram quatro vezes. Sempre tem uma peça ou acessório que preciso comprar, mas confesso que dessa vez vim mesmo para dar uma volta”, comenta Tesori. Nesta visita, ele voltou para casa de mãos vazias, mas seus colegas acabaram escolhendo alguns produtos, curiosamente nenhum automotivo: pilha, protetor de ouvido, controle remoto e luvas -- a loja também tem diversas gôndolas cheias de artigos de uso pessoal e doméstico.

SEM PARAR
Segundo Ozami Costa Patrício, gerente do MercadoCar, a loja "bomba" à noite: período noturno de pico vai das 22h até 1h. "Uma média de 200 clientes passa por aqui neste horário, mas durante toda a madrugada tem movimento", fala.

Patrício confirma que o público madrugador é bem diversificado. “Nossos clientes vão desde taxista e jovens que estão indo ou voltando da balada até famílias e donos de carros que quebraram na rua e são guinchados para cá.” E entrega: “Vez ou outra, também aparecem motoristas que pegaram o carro do pai escondido e riscaram o retrovisor ou danificaram alguma outra peça e querem consertar antes de voltar para casa”.

Os que optam por visitar a loja durante o dia, principalmente nos finais de semana, precisam ter paciência, pois as filas são sempre grandes. “Recebemos, por mês, cerca de 168 mil clientes”, garante Marcos Souza Alves, gerente geral do supermercado automotivo, que faz parte de um setor que fatura mais de R$ 80 bilhões ao ano.

SERVIÇO

  • Murilo Ges/UOL

    - Autozone (www.autozone.com.br)
    Lojas em Sorocaba, Jacareí e Indaiatuba (SP).

    - Jocar (www.jocar.com.br)
    Duas lojas na Zona Oeste de São Paulo (SP).

    - Koga Koga (www.kogakoga.com.br)
    Duas lojas na Zona Leste de São Paulo e uma em Campinas (SP).

    - MercadoCar (www.mercadocar.com.br)
    Lojas nas zonas Norte, Oeste e Sul de São Paulo e em Guarulhos (SP).

    - Voli (www.voli.com.br)
    Duas lojas na Zona Sul de São Paulo, além de Osasco e S. José dos Campos (SP).

Ainda de acordo com Alves, no sábado, o horário de pico é das 10h às 20h, e no domingo, das 9h às 16h. “Muita gente também vem para aproveitar os serviços de instalação de acessórios e troca de peças que oferecemos, mas eles só valem se o produto for comprado aqui".

REPAROS E MELHORIAS
Por dia, a oficina, que fica aberta inclusive durante a madrugada, realiza entre 500 e 900 atendimentos. Os preços variam entre R$ 1 (substituição de palhetas) e R$ 120 (montagem de kit de vidro elétrico). A empresa não trabalha com mecânica, nem funilaria.

No período em que UOL Carros esteve no local, havia muitos motoristas fazendo reparos e melhorias em seus automóveis. Tiago Antonio Souza da Silva, encarregado de logística, 23, comprou um toca-CDs e aproveitou para fazer a instalação em seu Chevrolet Corsa com suspensão preparada e rodas brancas. “Paguei R$ 90 no aparelho e mais R$ 20 pelo serviço”.

Ernesto Móttola, analista de sistemas, 45, foi até o MercadoCar para comprar um pneu para o Volkswagen Fusca ano 1966. “Adquiri esse carro na carcaça e o refiz totalmente. Foram quatro anos de trabalho e mais de R$ 5 mil investidos. Muitas das peças encontrei aqui, inclusive esse pneu original [Pirelli 5.60 aro 15"]. Custou R$ 169 e o serviço ficou em R$ 4”, finaliza.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Seu Automóvel

Topo