Carros

Procon notifica Fiat sobre lanternas do Punto 2013

Renata Turbiani e arquivo pessoal
Lanternas do Fiat Punto 2013 de três proprietários ouvidos por UOL Carros Imagem: Renata Turbiani e arquivo pessoal

Renata Turbiani

Colaboração para o UOL

23/05/2013 20h00

O Procon (Serviço de Proteção ao Consumidor) de São Paulo pediu esclarecimentos à Fiat sobre suposto defeito que provoca entrada de água nas lanternas traseiras do Punto 2013. A notificação baseou-se em reportagem de UOL Carros com queixas de proprietários do modelo sobre o problema.

Márcio Marcucci, diretor de fiscalização do Procon, disse que a Fiat recebeu a notificação na segunda-feira (20), e tem sete dias para se manifestar.

"Queremos saber que tipo de defeito é esse, se ele atinge toda a linha, quais são os potenciais riscos que apresenta à segurança de motoristas e passageiros, se existe a necessidade de recall, quantas reclamações foram registradas no serviço de atendimento ao cliente (SAC) e quais medidas a empresa está tomando ou pretende tomar", explicou Marcucci.

Se a Fiat não se manifestar no período determinado pelo Procon, cometerá uma "infração administrativa" e poderá receber, entre outras penas, multa que vai de R$ 480 a R$ 7 milhões, conforme descrito no Capítulo VII do Código de Defesa do Consumidor. Em caso de resposta considerada insatisfatória pelo Procon, o órgão pode enviar nova notificação, ou então chamar a montadora para uma reunião.

"Ficando constatado que se trata de um defeito, que os direitos do comprador não estão sendo respeitados e que a fabricante não apresenta uma proposta eficiente de solução, ela também pode ser multada, outra vez em até R$ 7 milhões”, disse Marcucci.

Caso a Fiat responda aos questionamentos do Procon de forma satisfatória, o caso das lanternas do Punto será arquivado.

OUTRO LADO
A reportagem de UOL Carros procurou a Fiat para comentar a notificação, mas a empresa não se pronunciou até a publicação desta reportagem.

Quando questionada diretamente sobre o suposto defeito no Punto 2013, disse: "A condensação da umidade do ar nas lanternas, com ocorrência predominante nos dias mais frios e úmidos, é prevista no Manual de Uso e Manutenção [do Punto] e não afeta a funcionalidade do conjunto. É diferente de infiltração, onde não só água, como sujeira, pode invadir o componente. A Fiat encontra-se à disposição para, através de sua rede de concessionárias, atender eventuais reclamações, identificando a origem correta do inconveniente e providenciando as intervenções necessárias".

Até a publicação desta reportagem, pelo menos outros 13 supostos casos de infiltração nas lanternas do modelo da Fiat foram relatados por internautas nos comentários do primeiro texto. No entanto, UOL Carros não pode comprovar a autenticidade dessas reclamações, nem vai reproduzi-las como texto editorial.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo