Últimas de Carros

Atualizada em 01.08.2013 18h00

BMW lança seu primeiro elétrico com festa em três continentes

Do UOL, em São Paulo (SP)

A BMW apresenta nesta segunda-feira (29), simultaneamente em Nova York (EUA), Londres (Reino Unido) e Pequim (China), o elétrico i3 em sua versão de produção.

O carro será a principal atração da marca no Salão de Frankfurt, em setembro, e deve chegar ao mercado desenvolvido na sequência. No Brasil, espera-se seu desembarque para o final de 2014 -- site oficial em português, da subdivisão elétrica "BMW i", porém, já está no ar.

  • Fernando Calmon/UOL

    BMW i3: carregável em tomadas convencionais

Com preços oficiais divulgados anteriormente, a fabricante revelou nesta manhã que todos os i3 terão capô, teto e tampa traseira de vidro pintados de preto. A construção é nobre, privilegiando o baixo peso: chassi de alumínio e carroceria de fibra de carbono.

COMO O FUSCA
Motor elétrico de 125 kW de potência (cerca de 170 cv) e 25,5 kgfm de torque (instantâneo) pesa cerca de 50 kg e fica instalado na traseira do i3 (esperava-se um motor dianteiro). A tração é despejada também sobre as rodas traseiras (característica típica dos BMW) e leva o modelo de 0 a 100 km/h em 7,2 s, segundo a fabricante.

Não há câmbio: elétricos não precisam de nenhum tipo de transmissão, apenas de um seletor que alterna o sentido da direção (para frente e para trás).

Na forma puramente elétrica, o i3 roda entre 130 e 160 quilômetros, dependendo do tipo de condução. A marca afirma que o ciclo de carga rápida permitirá recuperar 80% da bateria em 20 minutos.

A marca também oferece uma versão com acerto "híbrido", na qual o motor elétrico se une a outro pequeno motor a gasolina, de dois cilindros e 650 cm³, mas que roda em ciclo fechado (para recarregar as baterias que movimentam o carro, como no Chevrolet Volt, e não para jogar força diretamente sobre as rodas). Esta versão tem autonomia estendida em mais 100 quilômetros, passando assim de 250 km. A velocidade máxima é sempre de 150 km/h. 

Baterias de íon-lítio do motor elétrico duram até 100 mil quilômetros e têm oito anos de garantia, diz a fabricante, e podem ser recarregadas em tomadas convencionais, com adaptador plugado.

Visualmente, o i3 mantém o visual do conceito e mistura soluções já vistas por aí -- carroceria estilo "sino", típica de monovolume, portas que se abrem para lados opostos, com tamanhos assimétricos (como no Mini Clubman), capô e tampa do porta-malas de vidro (como visto no Volkswagen Up europeu). Há muita tecnologia aplicada, porém, como em qualquer BMW, o que o colocaria acima de rivais, geralmente com equipamento mais frugal -- as rodas de série são características de modelos verdes, com aro 19 e desenho aerodinâmico, mas as opcionais aro 20 poderiam muito bem estar em qualquer modelo mais esportivo da linha.

Em tom sustentável, a BMW também tratou de ressaltar os traços eco-amigáveis do modelo, como o uso de até 25% de matéria prima reciclada em sua fabricação, e de novas formas de venda do carro -- fala-se em uso exclusivo da internet, mas os detalhes ainda serão melhor explicados (Com Fernando Calmon, colunista do UOL, de Nova York/EUA).

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

Topo