Carros

Avaliação: Peugeot 2008 evoluiu com novo câmbio de 6 marchas?

UOL Carros

29/09/2017 22h24

A Peugeot finalmente colocou o esperado câmbio automático de seis marchas em seu SUV compacto, que ficou mais dinâmico e conectado. Mas o que isso significa?

Por ser justinho e bem acertado, já dissemos algumas vezes que o 2008 é o carro mais gostoso de dirigir dessa categoria -- graças ao sistema de volante com aro menor e posição mais próxima do condutor. O que faltava era justamente um câmbio automático decente, algo oferecido agora pela caixa de seis marchas da Aisin, que tem quatro diferentes programas, incluindo um mais eficiente e outro mais esportivo.

Além disso, a Peugeot também melhorou o recheio do modelo: se já tinha teto solar panorâmico, sensor traseiro, ar-condicionado de duas zonas e LEDs diurnos, agora também tem central multimídia melhorada, mais rápida e que conecta Apple Carplay e Android Auto com Google Maps e Waze.

Só que algumas coisas ainda precisam de atenção: mesmo custando R$ 85 mil, essa versão não tem revestimento de couro, que ficou limitado à configuração Crossway, nem sensores de estacionamento dianteiros; o motor 1.6 perdeu potência para ter de ajustar o nível de poluentes (de 122 cv para 118 cv com etanol); e o pós-venda da marca ainda é considerado por muitos como "complicado" -- a fabricante, sabendo disso, tomou ações concretas e criou o plano "Total Care", que prevê assistências ao motorista como guincho, carro extra e garantia de peças por até 8 anos, bem como uma rede de lojas mais atenta.

Comunicar erro

Mais Carros

Topo