UOL Carros

23/04/2009 - 08h32

Fiat tem prejuízo no 1º trimestre, mas mantém negociações com Chrysler

Em Milão
O grupo italiano Fiat informou nesta quinta-feira (23) que ainda está em negociações para formar uma parceria com a montadora norte-americana Chrysler, acrescentando que pretende chegar a um acordo até 30 de abril.

"Os termos finais para essa transação continuam sendo negociado com o Tesouro dos EUA e outros acionistas relevantes", afirmou a companhia italiana em um comunicado, no qual também anunciou um prejuízo no primeiro trimestre de 48 milhões de euros.

"Se as negociações forem concluídas com êxito, os termos finais serão estabelecidos em 30 de abril ou antes", informou a Fiat.

OPEL
A montadora não comentou sobre a unidade alemã Opel da General Motors. Um número crescente de notícias mencionam o possível interesse da Fiat na subsidiária. E mais cedo o premiê do Estado alemão de Hessel informou que a empresa está entre possíveis investidores da fabricante.

O site da revista alemã "Der Spiegel" informou que a Fiat assinará uma carta de intenções na próxima terça-feira para comprar uma fatia majoritária na Opel. A Fiat e a Opel se recusaram a comentar o assunto.

Às 8h26 (horário de Brasília), as ações da montadora italiana subiam 1,61%, enquanto o índice DJ Stoxx que monitora o setor automotivo avançava 0,55%.

A Fiat está empenhada em conseguir o suporte dos relutantes credores e sindicatos da Chrysler para fechar o acordo.

Caso não consiga chegar a um consenso até o prazo determinado, o governo norte-americano ameaça deixar a Chrysler em uma situação de ter de pedir proteção contra falência.
Fale com UOL Carros

SALOES