UOL Carros

09/04/2009 - 09h30

Presidente da Fiat volta aos EUA para negociar com Chrysler

Em Turim, Itália
O presidente-executivo da Fiat, Sergio Marchionne, está novamente nos Estados Unidos para conversar com a potencial parceira Chrysler , afirmou um fonte próxima à companhia nesta quinta-feira (9).

Marchionne "partiu na noite passada", disse a fonte. Ele pode ter uma reunião com os executivos da Chrysler em Nova York, que está sediando um salão do automóvel. O executivo esteve nos EUA para negociações no começo deste mês.

CHRYSLER VENERA FIAT

  • EFE

    Jim Press (e), chefão da Chrysler, chega ao Salão de Nova York a bordo de um Fiat 500

Fiat e Chrysler estão tentando finalizar uma parceria até o final de abril, que ajudará a montadora norte-americana a evitar um pedido de proteção contra falência (concordata).

Na quarta-feira, o vice-presidente-executivo da Chrysler, Jim Press, afirmou que a companhia estava trabalhando intensamente para completar o acordo. Ele passeou em pequeno Fiat 500 no Salão do Automóvel de Nova York, na quarta-feira.

A montadora tem até o final do mês para finalizar o acordo com a Fiat, prazo estabelecido pela força-tarefa do governo dos Estados Unidos. A parceria determina que a Fiat assumirá uma participação na Chrysler, que começará em 20%. Em troca, concederá acesso a sua tecnologia de carros pequenos e de plataforma de veículos.
Fale com UOL Carros

SALOES