UOL Carros

24/10/2008 - 12h56

Grupo Peugeot Citroën anuncia que cortará produção na França

Da Reuters, em Paris

Reprodução

Linha de produção da PSA em Sochaux

A PSA Peugeot Citroen cortou nesta sexta-feira (24) sua previsão de lucratividade em 2008 e anunciou "maciços" cortes de produção para combater os efeitos da crise que atinge as montadoras. A companhia divulgou ainda uma queda de 5,2% nas vendas do terceiro trimestre. As ações da montadora francesa chegaram a despencar mais de 15% mais cedo nesta sexta.

O grupo, juntamente com outras montadoras européias, como a concorrente doméstica Renault, enfrenta problemas com vendas em queda em mercados maduros, à medida que os efeitos da crise de crédito e altos preços de combustíveis afastam a demanda. O presidente-executivo da empresa, Christian Streiff, disse em teleconferência com analistas que a PSA planeja cortar a produção para o quarto trimestre em 30% em comparação com o planejado originalmente, e também ampliar o escopo do programa de redução de custo CAP 2010, que já estava sendo implementado.

A PSA agora espera uma margem operacional no ano de cerca de 1,3%, em relação à meta anterior de 3,5%.

"Esta é uma situação realmente difícil", disse Stuart Pearson, analista do Credit Suisse. "Essa previsão mostra uma reversão muito chocante da situação." As vendas do terceiro trimestre caíram 5,2%, para 13,301 bilhões de euros (US$ 17,09 bilhões), diferente da estimativa média de 13,757 bilhões de euros, apurada junto a sete analistas.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES